Search

Você pode gostar disso:

Filmes

A Outra Terra (Another Earth, EUA, 2011)

Eu indico Another Earth (EUA, 2011) Rhoda Williams (Brit Marling)

confusedcryingstar
Síndromes e um século (Tailândia, 2006)
Filmes

Síndromes e um século (Tailândia, 2006)

Situações aparentemente insignificantes ganham um grande significado nesta obra cinematográfica do diretor tailandês Apichatpong Weerasethakul. Retrato da modernização da Tailândia e as síndromes do século, através de situações em um hospital.

Filmes

Clube dos Cinco (The Breakfast Club, 1985)

Eu indico The Breakfast Club (EUA, 1985) Em virtude de

A Outra Terra (Another Earth, EUA, 2011)

Eu indico
Another Earth (EUA, 2011)
Rhoda Williams (Brit Marling) é uma estudante de astrofísica do MIT. John Burroughs (William Mapother) é um famoso compositor. Na noite em que um novo planeta é descoberto, Rhoda comete um acidente na estrada e acaba batendo no carro de John, resultando na morte de sua esposa grávida. Depois dela cumprir pena, os dois se encontram e iniciam um relacionamento, ao mesmo tempo em que é lançado um concurso, onde o vencedor poderá conhecer o novo planeta, que é uma cópia do Planeta Terra. Dirigido por Mike Cahill.
Planeta à vista:
Imagine a situação na qual surge um outro planeta, extremamente parecido com o nosso, próximo à nossa vista. Olhamos para ele com uma distância como se fosse a lua cheia, mas ele é azul. Lá existe uma versão idêntica de cada pessoa, que pode ter os mesmos segredos, medos e personalidade, mas que pode ter tomado outro rumo na vida. Essa é a interessante proposta deste filme. Entretanto, não somente de ficção vive o mesmo, pois temos uma história paralela, que ocorre na nossa terra, focada no drama gerado pela situação que foi resumida na sinopse acima.
Juntando a ficção e o drama, temos uma mensagem legal sobre se redimir, algo como reconquistar aquilo que se havia perdido, ou compensar um erro. Atitudes que podem ser tomadas quando o universo nos dá a oportunidade de uma segunda chace, sendo que no filme isto ocorre em meio a uma realidade que foi drasticamente alterada para o mundo inteiro, já que a existência sobre o novo planeta – e sobre as cópias das pessoas – é compartilhada com todos. O filme levou dois prêmios no Sundance Film Festival de 2011, um deles foi o prêmio especial do júri. Uma boa conquista para uma produção independente.
Palpite sobre o final – SPOILER:
No final do filme, aparentemente a Rhoda que vive na “Outra Terra” também ganhou a passagem. Entretanto, ao invés de fazer o que a Rhoda da nossa Terra fez (doar o prêmio para John), ela resolveu fazer a viagem para a nossa Terra e acabou que as duas se conheceram de qualquer forma. Na “Outra Terra”, a Rhonda não cometeu o acidente que acabou com a família de John, então ela pôde vir sem remorso e acabou que o John daqui teve a oportunidade de conhecer a cópia de sua família na “Outra Terra”.
__________________________________
Fontes:
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

Blue Valentine (“Namorados Para Sempre”)

Eu indico Blue Valentine (EUA, 2010) Blue Valentine, traduzido no

Filmes

Che (Espanha, 2008)

Eu indico Che (Espanha / França / EUA, 2008) 26

crying
A Corte (França, 2016)
Filmes

A Corte (França, 2016)

Michel Racine (Fabrice Luchini) é um juiz rígido e impiedoso, conhecido pela atitude extremamente profissional nos tribunais. Isso muda quando a jurada de um de seus casos é Ditte Lorensen-Cotteret (Sidse Babett Knudsen), uma mulher por quem foi perdidamente apaixonado muitos anos atrás, mas que o abandonou. Dirigido por Christian Vincent.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *