Search

Você pode gostar disso:

laughingcrying
A Qualquer Custo (2016)
Filmes

A Qualquer Custo (2016)

Dois irmãos, um ex-presidiário e um pai divorciado com dois filhos, estão para perder a fazenda da família no oeste do Texas e decidem assaltar bancos como uma chance de se restabelecerem financeiramente. Só que, no caminho, a dupla se cruza com um delegado, que tudo fará para capturá-los. Dirigido por David Mackenzie.

Filmes

O discreto charme da burguesia (Espanha, 1972)

Eu indico Le charme discret de la bourgeoisie(França / Itália

cryingtonguesecretmoney
O filme da minha vida (Brasil, 2017)
Filmes

O filme da minha vida (Brasil, 2017)

Até o momento, este filme representa o mais próximo que o cinema nacional pode chegar de Cinema Paradiso (Itália, 1988). A produção é baseado no livro "Um pai de cinema" de Antonio Skármeta, escritor chileno que também tem “O carteiro e o poeta”. Na história, o jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do país de origem. Tony acaba tornando-se professor e vê-se em meio aos conflitos e inexperiências juvenis.

As Sete Faces de Dr. Lao (“7 Faces of Dr. Lao”)

Eu indico
As Sete Faces de Dr. Lao (EUA, 1964)
Um misterioso homem chinês chega montando em um burro na cidade de Abalone, no Arizona. De posse de um único objeto, um pequeno aquário ocupado por um peixe exótico, em apenas dois dias este homem vai mexer com a população da cidade, exibindo o seu circo mágico.
“O Circo do Dr. Lao é a própria vida, e tudo nele é uma maravilha”:
Com roteiro de Charles Beaumont, adaptação do romance de fantasia de 1935 “O Circo do Dr. Lao”, de Charles G. Finney, este foi o último filme dirigido pelo cineasta George Pal, conhecido pela direção do clássico “A Máquina do Tempo” (1960) e também pela produção de “A Guerra dos Mundos” (1953). Interessante e original, o espectador pode ficar maravilhado com este filme que mostra a presença ilustre de um exótico chinês numa pequena cidade americana e seus inebriantes efeitos que envolvem toda a população. Este andarilho misterioso exibe o seu circo na cidade que, na verdade, é uma estratégia para repassar seus ensinamentos e lições. Como ele mesmo diz para um garoto: “Minha especialidade, no entanto, é sabedoria.”.
Vi este filme pela terceira vez, e até hoje fico maravilhado com a história. Lao usa suas muitas faces para repassar sua sabedoria aos visitantes, que podem ou não dar atenção aos seus conselhos. Entre os conselhos do chinês existe, por exemplo, o valor que deve ser dado à simplicidade. O ator Tony Randall interpreta vários personagens, tais como o Mago Merlin, o vidente Apollonius de Tyana, a Medusa, Pan (um ser da mitologia grega) e o próprio visitante chinês Dr. Lao. Quase que não percebemos, mas ele também interpreta um dos membros da audiência.
Entre a população existem algumas personalidades interessantes, como uma mulher que se apega a sua auto-imagem de uma beleza jovem. Além dela, temos Angela (Barbara Eden), uma bibliotecária viúva que reprime suas emoções, o seu filho Mike carente de uma figura paterna e até o rico fazendeiro Clint Stark (Arthur O’Connell) que pretente comprar a cidade enquanto a terra é barata. Grande parte da população possui valores morais distorcidos, com exceção da bibliotecária e do repórter Ed Cunningham. Cada um deles será influenciado pelas faces do Dr. Lau, como por exemplo a Angela, que é despertada de sua repressão emocional pela música envolvente de Pan, assim como o rico fazendeiro Clint Stark, que enxerga a si mesmo na serpente gigante. Mas o que achei mais interessante foi o grande truque do mago Merlin, que aparentemente mostra a todos uma certa decadência por estar velho e um pouco senil (e até pelo fato de que a mágica se tornou obsoleta); o mago desfaz o feitiço da Medusa sobre uma velha senhora – que havia virado pedra – mas o efeito não é tão somente físico, pois Merlin restaura o corpo da mulher ao seu estado anterior, mas também renova o seu espírito.
O filme tem um visual fantástico, praticamente um clássico em efeitos stop motion (por Jim Danforth) que renderam uma indicação ao Oscar de Efeitos Especiais. Acabou ganhando um prêmio honorário (categoria que não existia) de melhor maquiagem, pelo trabalho de John Tuttle. Na história do Oscar, um outro filme levou um prêmio semelhante: “O Planeta dos macacos”, 4 anos depois. Também não posso deixar de mencionar e belíssima trilha sonora, com uma música que não sai da cabeça, uma melodia que parece uma mistura de velho oeste com um toque oriental.
“O mundo inteiro é um circo se você souber olhar para ele.
Como o sol se põe quando você está cansado e nasce quando você levanta.
Isso é mágica de verdade.
O modo como uma folha cresce.
O canto dos pássaros.
Como o deserto fica à noite, quando a luz da lua o envolve.
Oh, meu garoto… isto é circo bastante para qualquer um.
Sempre que você vê um arco-íris e seu coração se maravilha com isso.
Sempre que você pega um punhado de areia, e não vê areia, mas sim um mistério, uma maravilha em sua mão.
Toda vez que você pára e pensa: Estou vivo, e estar vivo é fantástico!
Sempre que algo assim acontece, você é parte do Circo do Dr. Lao”
Dr. Lao

__________________________________
Fontes: 

http://porquever.blogspot.com.br/2009/05/as-7-faces-do-dr-lao-eua-1963.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/7_Faces_of_Dr._Lao

Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

confusedcryingstar
Síndromes e um século (Tailândia, 2006)
Drama

Síndromes e um século (Tailândia, 2006)

Situações aparentemente insignificantes ganham um grande significado nesta obra cinematográfica do diretor tailandês Apichatpong Weerasethakul. Retrato da modernização da Tailândia e as síndromes do século, através de situações em um hospital.

cryingstar
O Castelo Animado (Japão, 2004)
Filmes

O Castelo Animado (Japão, 2004)

Sophie é enfeitiçada por uma Bruxa que transforma-a numa velha senhora. Sem muitas opções, ela acaba tendo que sair de casa em busca de uma forma de quebrar essa maldição. Sabendo que a região tem fama de possuir feiticeiros e bruxas, ela inicia sua jornada por uma trilha pelas montanhas, onde acaba encontrando o magnífico castelo enfeitiçado de Howl, uma geringonça ambulante que volta e meia passava andando pelas localidades interioranas ao redor da cidade.

Filmes

Uma Aventura na África (The African Queen, 1951)

Eu indico The African Queen (Reino Unido / EUA, 1951)

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *