Search

Você pode gostar disso:

Filmes Suspense Terror

Crimes Ocultos (Child 44, 2015)

Eu indico Child 44 (EUA / República Tcheca / Reino

confusedcryingstar
Síndromes e um século (Tailândia, 2006)
Filmes Suspense Terror

Síndromes e um século (Tailândia, 2006)

Situações aparentemente insignificantes ganham um grande significado nesta obra cinematográfica do diretor tailandês Apichatpong Weerasethakul. Retrato da modernização da Tailândia e as síndromes do século, através de situações em um hospital.

cryingmoney
A Espuma dos Dias (França, 2013)
Filmes Suspense Terror

A Espuma dos Dias (França, 2013)

Colin, um jovem rico, quer se apaixonar. Com a ajuda de seu cozinheiro Nicolas e de seu melhor amigo, Chick, ele conhece Chloe, com quem se casa. Mas logo após seu casamento, Chloe fica doente. Ela tem um lírio de água crescendo em seu peito. Arruinado por despesas médicas, Colin recorre a métodos cada vez mais desesperados para salvar a vida da amada. Dirigido por Michel Gondry.

angrypunk

Demônio (Devil, 2010)

Devil (EUA, 2010)

Cinco pessoas que ficam presas dentro de um elevador que, misteriosamente, pára de funcionar. O problema é que, aos poucos, tudo vai levando a crer que um daqueles é ninguém menos que o Demônio. Roteiro e produção de M. Night Shyamalan. Dirigido por John Erick Dowdle.

“… porque se existe o Demônio e a punição, existe também Deus e o perdão…”

Em Demônio, Shyamalan ocupa os cargos de produtor e roteirista. Os elementos de roteiro de Shyamalan marcam a obra. É criada uma história justificável (a base do roteiro) e os personagens possuem características marcantes e são misteriosos (policial com trauma de passado, mexicano religioso, ex-herói de guerra atormentado, etc). Poderia ser um filme chato já que o foco maior está dentro de um elevador, mas as situações que são criadas, dentro e fora, deixam o mesmo bem interessante. É usada a estratégia e tensão causadas pelo que “não é mostrado”, pois nenhum ato que leve a morte é explicitamente mostrado na tela, a energia do elevador desliga quando algo ruim vai acontecer e só ouvimos o barulho (como se estivéssemos lá dentro do elevador, no cantinho), e quando a luz volta, todos – personagens e espectadores – são apresentados ao resultado. Temos também um final interessante, que espero ser adequadamente interpretado por todos.

O filme já começa de uma forma criativa, pois a câmera vai passando pelos prédios altos da cidade, só que de cabeça para baixo, com a terra (inferno) acima do céu. E essa cena termina mostrando o resultado de um suicídio. É um ponto de partida que tem tudo a ver com o filme. Daí vem o suspense de quem será o demônio dentro daquele elevador, e o público pode suspeitar de qualquer um deles. Tendo pouquíssimas possibilidades de jogo de câmera quando a trama se passa no elevador, o uso dos sons e o aproveitamento das cenas do lado de hora compensa essa questão.

O filme Demônio é o primeiro de uma série de filmes que receberam o sinal verde para produção e roteirizarão dos contos de Shyamalan, intitulada The Night Chronicles.

M. Night Shyamalan:

O indiano M. Night Shyamalan tem em sua filmografia menos de 15 filmes. Desde o Sexto Sentido (1999), filme fabuloso e surpreendente, ele tem se mostrado um diretor e roteirista peculiar, com uma certa tendência a enganar o espectador e apresentar reviravoltas surpreendentes no final. O interessante é que ele usa filmes de suspense e terror e introduz uma boa carga dramática, aproximando o fantástico do mundo real e deixando a história mais rica. Considero essa característica um diferencial, mesmo ele sendo visto com grande controvérsia; a maioria se seus filmes ou são adorados, ou são odiados. Dizem que suas histórias são mal interpretadas e a crítica não o tem recebido muito bem.

Recomendo conferir a maioria dos seus filmes, tais como: O Sexto Sentido (1999), Corpo Fechado (2000), Sinais (2002), A Vila (2004), Fim dos Tempos (2008) e Demônio (2010). O seu próximo filme se chama After Earth (2013), e tem Will e Jaden Smith no elenco.

O diretor gosta de fazer aparições em seus filmes, só que ao invés de ser um mero personagem, normalmente tem grande importância e relação direta com a trama.

__________________________________
Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/M._Night_Shyamalan
http://www.cinepop.com.br/criticas/demonio_101.htm
http://www.cinemaqui.com.br/criticas-de-filmes/demonio

Tags Relacionadas A Vila, Corpo Fechado, crítica, demônio, resenha, Sexto Sentido, Shyamalan, Sinais
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

Tarde demais (“The Heiress”, EUA, 1949)

Eu indico The Heiress (EUA, 1949) Catherine (Olivia de Havilland),

coolcrying
Agonia e Êxtase (1965)
Épico

Agonia e Êxtase (1965)

Preocupado com o legado que deixaria para as gerações futuras, o Papa Júlio II (Rex Harrison) resolve contratar o artista Michelangelo (Charlton Heston) para pintar o teto da Capela Sistina. O artista se nega, mas logo é forçado pelo pontífice a fazê-lo. A partir daí, começam as disputas entre Michelangelo e o papa à respeito do projeto. Dirigido por Carol Reed.

confusedangrypunk
Rare Exports: a Christmas Tale (Finlândia, 2010)
Cult

Rare Exports: a Christmas Tale (Finlândia, 2010)

Durante escavações no Monte Korvatunturi (Finlândia), um ser estranho é descoberto congelado. Os responsáveis pelo achado identificam-no como o verdadeiro Papai Noel e tentam vendê-lo. Misteriosamente as crianças da cidade começam a desaparecer, junto com fogões e aquecedores. Além disso, são encontradas dezenas de renas mortas e mutiladas. Dirigido por Jalmari Helander.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *