Search

Você pode gostar disso:

clownsecret
A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)
Filmes

A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)

O documentário parte do filme “Coisas Eróticas”, primeiro longa-metragem de sexo explícito lançado no país, em 1982. Há pouco mais de trinta anos atrás a fita rodava nas principais salas de cinema do Brasil, causando alvoroço no público em plena ditadura militar. Recheado de curiosidades e polêmicas, o filme marcou a produção cinematográfica da época para o bem e para o mal, figurando até hoje entre as quinze maiores bilheterias nacionais de todos os tempos. Dirigido por Bruno Graziano, Denise Godinho e Hugo Moura.

coolangelcrying
O Circo (1928)
Filmes

O Circo (1928)

O Vagabundo acaba indo parar em um circo enquanto fugia da polícia, que o confundira com um ladrão de carteiras. Ele sem querer acaba entrando no espetáculo e fazendo grande sucesso com o público, sendo logo contratado pelo dono, que irá se aproveitar dele. Ele ainda arranja tempo para se apaixonar pela acrobata, filha desse mesmo proprietário. Dirigido e estrelado por Charles Chaplin.

crying
Tabu (“Towelhead”, EUA, 2007)
Filmes

Tabu (“Towelhead”, EUA, 2007)

Jasira, uma garota de 13 anos, vive com sua mãe americana e o futuro padrasto, que está encantado com a crescente maturidade da garota. Por isso, sua mãe a envia para o Texas com seu rígido pai Libanês. Este trata de educá-la nos valores tradicionais da cultura muçulmana. Entretanto, Jasira segue sem saber muito bem o que fazer com sua sexualidade quando nota como seu corpo afeta os homens que a rodeiam, em especial seu vizinho (Aaron Eckhart), um atraente e intolerante soldado da marinha. Um filme de Alan Ball.

Enter the void (França, 2009)

Eu indico
Viagem alucinante (França, 2009)

Óscar é um traficante de drogas em Tóquioe sua irmão, Linda, trabalha numa boate como striper. Uma noite, Óscar é apanhado numa batida policial e acaba sendo baleado. À medida que morre, o seu espírito, fiel à promessa que fez à sua irmã enquanto criança – que nunca a iria deixar – recusa-se a deixar o mundo dos vivos e passa pelos vários estágios da morte, conforme descritos no “Livro Tibetano da Morte”. Dirigido por Gaspar Noé.
A morte segundo Gaspar Noé:
Definitivamente, este não é um filme fácil. Para muitos, difícil de assistir; para outros, difícil de gostar. Tendo como referência Irreversível (2002), que já causou bastante polêmica, Gaspar Noé parece, acredito que intencionalmente, causar reações diversas nos espectadores que encaram seus filmes… ou tentam. Ele dirigiu poucos filmes, até então somente quatro, mas cada um deles causou fortes reações e a maioria recebeu indicações importantes em premiações internacionais. Gostei bastante do último, Love (2015), que também postei neste blog:
http://www.eueatelona.com.br/love-franca-2015/
Assim como em “Irreversível”, este filme “Enter the void” possui uma fotografia, digamos, louca (original). Partir da estratégia de câmera em primeira pessoa não seria novidade alguma. A questão é que o personagem principal vai para o além logo no início do filme e aí o jogo de câmera fica bem original. Nos sentimos como uma alma penada em agonia, pois estamos do ponto de vista de uma pessoa que acaba de morrer. Sobre a morte, de acordo com o “Livro Tibetano da Morte”, a explicação nos é dada logo no início do filme e essa teoria vai sendo mostrada na prática, só que de forma bem lenta. Muitas cenas parecem a transfiguração de uma mente alucinada, sob efeitos de drogas, ou como em um sonho. As imagens e o som são perfeitos para a proposta.
O título em português ficou Viagem Alucinante. De fato, é uma grande viagem metafisica que explora a vida após a morte, de uma forma bem depressiva, chegando a ser agonizante, mas de acordo com o livro tibetano. A alma de Óscar paira sobre aqueles que lhe são próximos e estão vivos, em alguns momentos ele passa por uma retrospectiva com o seu passado. A câmera é conduzida em planos vistos de cima para baixo. Parece que esse ambiente pós morte casa direitinho com a realidade de uma Tóquio bem decadente. Apesar de não ser um filme leve e para qualquer ocasião, a conclusão da trama não chega a ser triste, dependendo da apreciação do espectador. Enfim, recomendo encarar esse filme que possui longa duração, mas também é extremamente interessante.
__________________________________
Fontes:
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

9 Canções (Reino Unido, 2004)

Eu indico 9 Songs (Reino Unido, 2004) O filme narra

Filmes

No Coração do Mar (2015)

Eu indico In the Heart of the Sea (EUA, 2015)

secretangrypunk
Isolados (Brasil, 2014)
Nacional

Isolados (Brasil, 2014)

O psiquiatra Lauro (Bruno Gagliasso) e sua namorada, Renata (Regiane Alves), decidem passar férias em uma casa isolada na serra, porém o que parecia ser uma época de paz e sossego, acaba se tornando um pesadelo, quando uma sequência de ataques violentos na região se aproxima cada vez mais do casal. Dirigido por Tomas Portella.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *