Search

Você pode gostar disso:

Especial

Que mal eu fiz a Deus? (França, 2014)

Eu indico Qu’est-ce qu’on a fait au Bon Dieu? (França,

Especial

O Lugar Onde Tudo Termina (EUA, 2013)

Eu indico The Place Beyond the Pines (EUA, 2013) Luke

tongueangrypunk
Corra! (“Get Out”, 2017)
Especial

Corra! (“Get Out”, 2017)

Uma mistura dos melhores episódios de Black Mirror, Westworld e Além da Imaginação. Com o perdão da repetição, “corra” para ver! Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador. Escrito e dirigido por Jordan Peele.

Filmes rodados no interior de Minas Gerais (Ouro Preto e redondezas)

Em nossa última viagem, estivemos no interior de Minas Gerais, principalmente em Ouro Preto. Após conversa com guias locais e um pouco de pesquisa, felizmente descobrimos que alguns filmes foram rodados nessa região, filmes raros que mostram nossa história e cultura. Confiram:

O Grande Mentecapto (1986):
Da obra de Fernando Sabino, publicada em 1979, narra as aventuras de Geraldo Viramundo (Diogo Vilela), espécie de Dom Quixote de La Mancha brasileiro, que percorre Minas Gerais. Direção de Oswaldo Caldeira.

Uma canção é pra isso:
O longa faz uma ponte entre Brasil e Alemanha, tendo como elo uma fictícia partitura, unindo o barroco brasileiro ao universo de Bach.

Vinho de Rosas (2005):
Aos 18 anos, Joaquinha descobre que é filha de Tiradentes e que sua mãe está viva, partindo então para descobrir mais sobre seu passado.

Brasil animado (2011):
Trata-se de um longa animado nacional, onde dois cachorros (Stress e Relax), um empresário e um diretor de cinema procuram pela árvore brasileira mais antiga, o grande jequitibá-rosa. Entre várias aventuras, eles passam por Ouro Preto. Além disso, é o primeiro filme brasileiro em 3D.

Tiradentes (1999):
Mostra a história do líder da Inconfidência Mineira, um movimento surgido em Ouro Preto, na bucólica Vila Rica, no ano de 1789.

Chico Rei (1985):
Baseado em poesias de Cecília Meireles e na tradição oral mineira, bem como na memória do negro brasileiro. Filmado em Ouro Preto e Paraty.

Luar sobre Parador (1988):
A morte repentina de Alphonse Simms (Richard Dreyfuss), o ditador de um país latino-americano, faz com que Roberto Strausmann (Raul Julia), o chefe de gabinete, e a polícia nacional “convençam” um ator (Richard Dreyfuss) a se fazer passar por Simms. Desta forma, Strausmann pode governar, usando o ator como fantoche. Porém ele terá que enganar a namorada do governante (Sônia Braga), além de  iludir o povo. A música é de Maurice Jarre e a direção de arte é do brasileiro Marcos Flaksman.

Vida de Menina (2004):
Baseado no diário de Helena Morley, que viveu em Diamantina. Após a abolição da escravatura e a proclamação da república no Brasil, Helena começa a escrever um diário, que revela seu universo e um país adolescente como ela, debochando e desmascarando as virtudes alheias.

Vazante (2017):
Este foi aplaudido e causou polêmica no Festival de Brasília. O filme mostra brancos, afrodescendentes nativos e recém-chegados da África que sofrem as mazelas derivadas da incomunicabilidade em uma fazenda imponente, na decadente região dos diamantes, em Minas Gerais, no início do século 19.

Tags Relacionadas Brasil animado, Chico Rei filme, Luar sobre Parador, Minas Gerais filmes, O Grande Mentecapto, Ouro Preto, Tiradentes filme, Uma canção é para isso, Uma canção é pra isso, Uma canção é pra isso filme, Vazante, Vida de Menina 2004, Vida de Menina filme, Vinho de Rosas
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Vestígios do cinema em Rio de Contas (Bahia)
Especial

Vestígios do cinema em Rio de Contas (Bahia)

Rio de Contas é a minha cidade preferida da Chapada Diamantina, que fica no coração da Bahia. Aproveitei a terceira vez que fui na cidade, recentemente, e procurei por espaços e coisas relacionadas com o cinema. E olha que encontrei duas coisas legais! Após descobrir esses vestígios do cinema, a cidade ficou ainda mais encantadora para mim, e percebi que podemos caçar e encontrar essas coisas de cinema em qualquer lugar do Brasil, como se tivéssemos procurando diamantes, como faziam os garimpeiros na região da Chapada Diamantina.

Museu do cinema em Nova York
Especial

Museu do cinema em Nova York

Você sabia que em Nova York existe um dos melhores museus do cinema? Em 2015, aproveitei a viagem para conhecer o Museum of the Moving Image, que fica no Queens. É o único museu nos Estados Unidos dedicado a “imagens em movimento”. Por isso, muitas exibições relacionadas a cinema pode ser vistas. Provavelmente é um dos melhores museus sobre cinema do mundo. Vejam algumas fotos que tirei no museu.

Cineclube Fruto do Mato
Especial

Cineclube Fruto do Mato

Você sabia que exite um cineclube voltado para o cinema baiano, onde filmes premiados começaram a ser exibidos desde fevereiro deste ano de 2017, na cidade de Lençóis, Chapada Diamantina, bem no coração da Bahia?

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *