Search

Você pode gostar disso:

Filmes

Síndrome de Caim (“Raising Cain”)

Eu indico Síndrome de Caim (EUA, 1992) Charles Nix (John

angelcrying
A festa de despedida (Israel, 2015)
Filmes

A festa de despedida (Israel, 2015)

Um grupo de amigos em uma casa de repouso em Jerusalém constrói uma máquina de auto-eutanásia, a fim de ajudar um amigo em estado terminal. Quando os rumores sobre a máquina começam a se espalhar, mais e mais pessoas começam a se interessar pela ideia de partir dessa para uma melhor, e o grupo de amigos se questiona se o que estão fazendo é a coisa certa. Dirigido por Tal Granit e Sharon Maymon.

Filmes

Helter Skelter (EUA, 2004)

Eu indico Helter Skelter (EUA, 2004) O filme mostra a

Helter Skelter (EUA, 2004)

Eu indico
Helter Skelter (EUA, 2004)
O filme mostra a história real dos assassinatos cometidos por Charles Manson (Jeremy Davies) e seu grupo de seguidores, no final dos anos 60. Linda Kasabian (Clea DuVall) é uma jovem mãe que, fugindo com seu bebê, encontra Manson, um carismático aspirante a músico que viaja com um grupo de amigos os quais chama de “família”. O grupo sobrevive de pequenos furtos enquanto seus membros praticam sexo grupal, usam drogas e discutem sobre sua filosofia apocalíptica. Dirigido por John Gray.
Charles Manson – SPOILER PARA QUEM NÃO CONHECE O CARA:
Para quem gosta de ver filmes baseados em fatos reais que traçam bem o perfil de um personagem incomum, juntamente com cenas fortes e violentas, assim como algumas cenas de tribunal, essa é uma boa opção. Trata-se da história real de um dos piores psicopatas dos EUA, o famoso Charles Manson, sua confusa e atípica personalidade em evidência com a interpretação excelente de Jeremy Davies (provavelmente seu melhor papel até agora). Extremamente manipulador, inteligente (de uma certa forma), perverso e com capacidade de liderança e carisma, ele levou seus seguidores fiéis a cometer assassinatos brutais. Com frases como: “Nenhum sentido faz sentido”, se identificando como o próprio Jesus Cristo, fundou uma família, clã ou seita, com características hippies, conseguiu chocar o mundo com assassinatos que caíram facilmente na mídia. O conhecido caso de assassinato da atriz e esposa do diretor Roman Polanki, ficou bem focado no filme, e parece ter sido escolhido por Manson como uma oportunidade de mostrar sua filosofia. A bela atriz Sharon Tate estava grávida na época.
O roteiro foi baseado no livro de Vincent Bugliosi, que foi o promotor do caso, e também serviu como fonte para uma produção de 1976, centrada nas investigações que levaram Charles Manson para julgamento. As cenas dos crimes são vistas algumas vezes, cenas bem fortes, e o foco na pessoa de Manson e no seu julgamento são os pontos chave do filme. Vemos a dificuldade do promotor em comprovar a culpa de Manson nos crimes, já que este não executou diretamente os crimes.
Talvez por não conseguir uma carreira no mundo da música, como fica evidente nas primeiras cenas, Manson resolve liderar seu grupo para uma série de assassinatos bizarros e, assim, mostrar sua filosofia, que ele chamou de movimento “Helter Skelter”, acreditando que uma guerra entre brancos e negros iria acontecer, em razão dos assassinatos cometidos por sua “família”. Helter Skelter é nome de uma música dos Beatles, lançado no disco White Album (1968) e o termo é muito conhecido nos EUA. Os Beatles foram interpretados por Mason como os quatro cavaleiros do Apocalipse que são mencionados na Bíblia.
Nós éramos os cavaleiros, Helter Skelter era a mensagem, e ele achou que podia sair e matar todos por aí.”
(Paul McCartney)
“Helter Skelter significa confusão. Literalmente. Não significa guerra com ninguém. Não significa que eles irão matar outras pessoas. Apenas significa o que significa. Helter Skelter é confusão. Confusão está vindo rápido. Se você não vê que a confusão está vindo rápido, chame do que quiser. Não é minha conspiração, não é minha música. Eu escuto o que relato. Ela diz, ‘Apareça!’ ela diz, ‘Mate!’ Porque me culpar? Eu não escrevi a música. Eu não fui a pessoa que projetou isso na consciência das pessoas.”
(Charles Manson)
__________________________________
Fontes:
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

A Noite dos Desesperados (EUA, 1969)

Eu indico They Shoot Horses, Don’t They? (EUA, 1969) Em

crying
A Corte (França, 2016)
Drama

A Corte (França, 2016)

Michel Racine (Fabrice Luchini) é um juiz rígido e impiedoso, conhecido pela atitude extremamente profissional nos tribunais. Isso muda quando a jurada de um de seus casos é Ditte Lorensen-Cotteret (Sidse Babett Knudsen), uma mulher por quem foi perdidamente apaixonado muitos anos atrás, mas que o abandonou. Dirigido por Christian Vincent.

Filmes

Monstros

Eu indico Monsters (Reino Unido, 2010) A NASA descobriu formas

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *