Search

Você pode gostar disso:

Cult Filmes Suspense

Heróis da ressaca (Reino Unido, 2013)

Eu indico The World’s End (Reino Unido, 2013) Após falharem no

angelconfusedcryingtongue
O Formidável (França, 2017)
Cult Filmes Suspense

O Formidável (França, 2017)

O filme se passa em Paris, anos 60, onde o diretor Jean-Luc Godard (Louis Garrel) e a atriz Anne Wiazemsky (Stacy Martin) começaram a viver um romance e, futuramente, por decisão dela, a história dos dois é contada. A direção e roteiro fica por conta de Michel Hazanavicius, que venceu o Oscar com o filme O Artista (2012).

Cult Filmes Suspense

Gloria (Chile, 2013)

Eu indico Gloria (Chile, 2013) Gloria (Paulina García) é uma

confusedangry

Lady Vingança (“Chinjeolhan geumjassi”)

Lady Vingança (Coreia do Sul , 2005)

Geum-ja passou os últimos 13 anos na cadeia, devido ao cruel assassinato de um garoto de 7 anos. Durante esse período, ela planeja sua vingança contra o sujeito que a obrigou a assumir a culpa pelo crime.

A abertura apresenta a música tema, imagens com tons claros, muito branco e tinta vermelha (ou sangue) forte, e termina com um close nos olhos de uma mulher com pálpebras pintadas de vermelho. As cores (e a música) são bem usadas durante o filme, dando um contraste visual marcante. Aos poucos tanto a história da personagem vai sendo mostrada quanto o seu plano, na medida em que a trama avança e retrocede no tempo. A narração fica por conta de outras personagens, como as prisioneiras que fizeram amizade com Geum-ja. É interessante perceber o olhar das mulheres sobre a personagem, e a sensibilidade feminina desta é um elemento adicionado à história que já possui um tema forte: vingança. Ao mesmo tempo em que o ódio transforma o coração puro desta bela mulher, está presente a visão feminina, madura e sensível, quando por exemplo a personagem busca pela aceitação da própria filha. Associando ao título em inglês “Sympathy for Lady Vengeance” (Simpatia pela Sra. Vingança), somos levados a torcer por ela e a temê-la por seus atos. Existe também uma violência psicológica misturada com a ânsia por justiça verdadeira e decisões pesando sobre os ombros de pessoas tão normais quanto cada um de nós.

A trilogia da vingança:

“Lady Vingança” é o terceiro filme da denominada “Trilogia da Vingança”, que começa com “Mr. Vingança” e segue em “Old Boy”. Esses 3 grandes filmes coreanos foram dirigidos por Chan Wook Park, sendo que os enredos são independentes, entretanto o tema vingança faz a grande ligação entre eles. Personagens injustiçados que decidem fazer a justiça com as próprias mãos e se vingar de quem os fez mal. É marcante como as coisas são até as últimas conseqüências, com grandes surpresas e reviravoltas.

__________________________________
Fontes:
http://omelete.uol.com.br/cinema/lady-vinganca/
http://criticadearte.blogspot.com/2007/12/lady-vingana-2005.html

Tags Relacionadas Chan Wook Park, Coreia, Old Boy, trilogia, trilogia da vingança, vingança
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

O que terá acontecido a Baby Jane? (1962)
Filmes

O que terá acontecido a Baby Jane? (1962)

Bette Davis é Jane Hudson, uma artista que alcançou a

laughingangry
O Hospedeiro (“Gwoemul”)
Filmes

O Hospedeiro (“Gwoemul”)

Na beira do rio Han, moram Hee-bong e sua família, donos de uma barraquinha de comida no parque. Seu filho mais velho, Gang-du, tem 40 anos, mas é um tanto imaturo; a filha do meio é arqueira do time olímpico coreano; e o filho mais novo está desempregado. Todos cuidam da menina Hyun-seo, filha de Gang-du, cuja mãe saiu de casa há muito tempo. Um dia, surge um monstro no rio, causando terror nas margens e levando com ele a neta querida de Hee-bong. É a hora da verdade para cada membro da família, que decide enfrentar o monstro em busca da menina.

Filmes

Um dia, um gato (Checoslováquia, 1963)

Eu indico Az prijde kocour (Checoslováquia, 1963) Um contador de

2 Comentários

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *