Search

Você pode gostar disso:

Filmes

O Homem dos Olhos Esbugalhados (EUA, 1940)

Eu indico Stranger on the Third Floor (EUA, 1940) O

Filmes

A Greve (Stachka, Rússia, 1925)

Eu indico A Greve (Rússia, 1925) Em 1912, durante o

cryingtongue
Bohemian Rhapsody (2018)
Filmes

Bohemian Rhapsody (2018)

Rami Malek é o ator do ano! O cara está tão bom que chega a assustar. Ele canta em algumas cenas, mas é no grande palco que se torna a encarnação de Freddie Mercury, principalmente no clímax do filme, cantando ou dublando e se mexendo daquele jeito, com toda a performance do artista a ponto de chegarmos a acreditar que estamos assistindo a um show do Queen no telão, para só depois despertarmos e percebermos que é uma encenação. A respeito do artista Freddie Mercury e da banda Queen, Bryan Singer faz bonito demais e celebra de forma emocionante a trajetória da banda, tendo o Freddie Mercury como principal na história.

O Alvo (Hard Target)

Eu indico
Hard Target (EUA, 1993)

Chance Boudreaux (Jean-Claude Van Damme) é um estivador que trabalha no cais de Nova Orleans e que ajuda Natasha Binder (Yancy Butler) a encontrar seu pai desaparecido. Em sua investigação ele descobre uma quadrilha que negocia pessoas, caçando mendigos e ex-combatentes em um jogo mortal. É quando ele decide combater Emil Fouchon (Lance Henriksen), o chefe do negócio, e seus capangas, e entra como principal alvo para a quadrilha mafiosa. Dirigido por John Woo e com Sam Raimi na produção.

Caçada:
Contemplem o resultado de um filme quando juntamos o astro Van Damme, ator belga especialista em artes marciais e ícone dos filmes de ação, com o diretor chinês John Woo, referência em filmes de ação exagerados. O resultado é um presente para quem gosta de muita ação, muita mentira, em cenas muito bem produzidas.
A primeira cena já é uma boa sacada, utilizando o efeito em primeira pessoa, assim temos o ponto de vista visual da vítima, perseguida numa caçada insana. Também a primeira cena de ação com o protagonista Van Damme – depois de toda uma pressão para apresentar o personagem, bem no estilo faroeste – é quase que um resumo da sua forma de lutar; nela ainda não há uso de armas, é uma espécie de briga de rua mesmo (para defender a mocinha), e o ator dá um show de postura e coreografia marcial, com direito aos seus famosos golpes que vemos em outros filmes. A partir daí, quase que a ação não para, eu imagino como seria ver este filme numa sala de cinema com efeito 4DX, mas é bem antigo e eu assisti, pela primeira vez, no antigo Cine Glauber Rocha, em Salvador. Inesquecívela sensação de ver ação de verdade.
Milionários entediados pagam um milhão de dólares para caçar e matar a mais desafiadora presa de todas: o homem. “Matar um homem é como uma droga”, diz o vilão do filme interpretado pelo astro da série Millenium, Lance Henriksen, um ótimo ator principalmente neste tipo papel. Com esta proposta, o diretor usa toda sua criatividade nas cenas. Temos até um assassinato através de um olho mágico.
Com cenas originais e bem coreografadas de luta e ação em geral, com armas de fogo e armas brancas, perseguições e explosões, e com um Van Damme de cabelos longos e o um diretor competente e sem limites, “O Alvo” é diversão garantida.
O ator e o diretor:
Van Damme já estrelou alguns filmes interessantes e possui uma grande legião de fãs. Leão Branco – o Lutador Sem Lei (1990), Duplo Impacto (1991) e A Colônia (1997), independente do roteiro, são bem carregados de ação e podem agradar. Chegou a fazer um filme autobiográfico em 2008, intitulado JCVD (iniciais de seu nome). Mais recentemente, foi o vilão do filme Os Mercenários 2 (2012), que reuniu uma legião de ícones de ação.
O diretor chinês John Woo, durante os anos 70 e 80, tornou-se um dos grandes realizadores de filmes de ação de Hong-Kong, tendo rodado 18 títulos, entre eles Shaolin Men (1975), Hao Xia (1978) e Xiao Jiang (1984). Foi por convite de Van Damme que ele viajou para os EUA para filmar “O Alvo”. O diretor também possui em seu currículo filmes bem satisfatórios de ação, como um dos meus preferidos: A Última Ameaça (1996), com Christian Slater e John Travolta. O filme apresentou pela primeira vez Travolta no papel de vilão, que voltaria a trabalhar em mais um filme legal de John Woo, A Outra Face (1997), que contou também com o ator Nicolas Cage em seu auge. Também recomendo O Pagamento (2003), com Ben Affleck e Uma Thurman. Em 2008, John Woo dirigiu o excelente Red Cliff (A Batalha dos 3 Reinos), com algumas lições voltadas para “a arte da guerra”. Recebeu alguns prêmios no Hong Kong Film Awards e o de melhor diretor no Saturn Award pelo filme “A Outra Face”.
__________________________________
Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jean-Claude_Van_Damme

http://pt.wikipedia.org/wiki/John_Woo

Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

O Homem Invisível (The Invisible Man)

Eu indico The Invisible Man (EUA, 1933) Jack Griffin (Claude

Filmes

Alta Frequência (“Frequency”)

Eu indico Alta Frequência (EUA, 2000) John Sullivan é um

cryingstartonguesurprise
Infiltrado na Klan (EUA, 2018)
Favoritos

Infiltrado na Klan (EUA, 2018)

A começar pela resumo da trama e sabendo que a direção é de Spike Lee, podemos esperar o melhor possível: em 1978, Ron Stallworth, um policial negro do Colorado, conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan local. Ele se comunicava com os outros membros do grupo por meio de telefonemas e cartas, quando precisava estar fisicamente presente enviava um outro policial branco no seu lugar. Depois de meses de investigação, Ron se tornou o líder da seita, sendo responsável por sabotar uma série de linchamentos e outros crimes de ódio orquestrados pelos racistas.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *