Search

Você pode gostar disso:

angelcrying
Um homem chamado Ove (Suécia, 2015)
Filmes

Um homem chamado Ove (Suécia, 2015)

À primeira vista, Ove é o típico rabugento da terceira idade. Morando em um pequeno condomínio de casas no interior da Suécia, o senhor de quase 60 anos se irrita com todos os atos dos vizinhos, que segundo ele, não fazem nada certo. Sem motivações após a morte da mulher e surpreendido por uma demissão após quatro décadas de dedicação ao trabalho, Ove resolve dar um fim a sua vida, mas a chegada de novos vizinhos acaba mudando isso. Uma história que nos ajuda a relembrar que a gentileza, o amor e a felicidade podem ser encontrados nos lugares mais inesperados. Dirigido por Hannes Holm.

coolcrying
Jesus de Nazaré (“Jesus of Nazareth”) – de Franco Zefirelli
Filmes

Jesus de Nazaré (“Jesus of Nazareth”) – de Franco Zefirelli

Franco Zefirelli dirige esse clássico que conta a história de Jesus desde sua humilde origem, como filho de Deus. Sua viagem inclui o Sermão no Montes das Oliveiras, as Tentações de Satanás, a escolha dos Doze Apóstolos, a Última Ceia, a Crucificação e a Ressurreição.

Filmes

Uma Aventura na África (The African Queen, 1951)

Eu indico The African Queen (Reino Unido / EUA, 1951)

O Homem dos Olhos Esbugalhados (EUA, 1940)

Eu indico
Stranger on the Third Floor (EUA, 1940)

O repórter Mike Ward (John McGuire) é peça chave de uma investigação, única pessoa a presenciar o acusado, Joe, no local onde o dono de um restaurante foi encontrado morto. Não há mais provas e o seu depoimento acaba condenando Joe à morte. Mike, instigado pela noiva, Jane (Margaret Tallichet), passa a refletir sobre o assunto e iniciar um processo de arrependimento.Dirigido por Boris Ingster.
E que Deus tenha piedade de sua alma:
A condenação que é seguida da frase acima é o estopim para a trama deste filme, que segue aquela ideia: “se arrependimento matasse…”. O repórter,arrependido por prejudicar alguém, tenta se justificar consigo mesmoe até desfazer este mal, masacaba se envolvendo numa situação complicada e se depara com uma figura misteriosa (Peter Lorre). A consciência de Mike pesa, ele entra em delírio e tem algumas alucinações. Seus sonhos refletem seu sentimento de culpa e a sua narração passa uma boa ideia do que está se passando em sua consciência.
Neste filme, fica clara a crítica à falha do sistema jurídico, que escancara numa cena mostrando um jurado que pegou no sono, no meio do julgamento, e um juiz que teve que ser chamado a atenção para dar um sermão neste jurado.
Este é um filme bom e curto, possui somente 63 minutos de duração e não precisa, então, de nenhuma enrolação para passar toda sua ideia, prender bem a atenção e apresentar um fechamento legal, apesar de que os filmes neste estilo normalmente não terminam com um final feliz.
Quando lançado, recebeu críticas negativas do New York Times, da Variety. A principal alegação foi a comparação com filmes russos e franceses. Anos depois, no entanto, foi considerado o primeiro filme do cinema noir (mais abaixo uma explicação deste estilo de filme).
Temos a feliz presença do ator Peter Lorre, na pele da figura misteriosa, que se tornou figura única no cinema antigo (1929 a 1964), principalmente no papel de vilão, dada sua aparência e com seus “olhos esbugalhados”. Mais uma vez, ele aparece em poucas cenas, mas conquista o público. De fato, sua aparência se tornou a base para o título deste filme no Brasil. O ator, de origem húngara e ascendência judia, trabalhou em “Casablanca” (1942), “Relíquia Macabra” (1941) e “M” (1931, dirigido por Fritz Lang). Fez também o papel do vilão Le Chiffre, no telefilme “Cassino Royale”, de 1954, sobre o Agente James Bond.
Estilo noir:
A atmosfera do filme o classifica como um thriller psicológico, no estilo noir. Para quem não sabe, este estilo foi inventado por críticos franceses, e muitos filmes o seguiram como um repúdio aos primeiros filmes de comédia romântica que perderam força após as duas grandes guerras (que influenciaram muito o estilo noir). O estilo, predominante nos anos 40 e 50, é carregado de ambientes escuros, com muito jogo de sombras, personagens desiludidos, narração em off, toda a atmosfera do submundo do crime e da justiça falha e, em muitos casos, uma personagem tipo “dama fatal”. Imperou nos filmes franceses e americanos após a Segunda Guerra. Ou seja, noir é um estilo, não é um gênero. Gênero pode ser: comédia, drama, ação, ficção. Então podemos ter um drama noir, terror noir, assim como uma ficção noir. Por exemplo, o grande clássico de ficção “O Dia em que a Terra Parou (1951)”, dirigido por Robert Wise, chegou a ser considerado por alguns críticos como um filme noir.
__________________________________
Fontes:
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

Holy Motors (2012)

Eu indico Holy Motors (França / Alemanha, 2012) Oscar (Denis

laughingcoolsurprise
G-Men Contra o Império do Crime (“G” Men, EUA, 1935)
Ação

G-Men Contra o Império do Crime (“G” Men, EUA, 1935)

Um dos primeiros grandes filmes de gângster do cinema. James Cagney interpreta o jovem advogado criminalista, Brick Davis, que tenta resistir a tentações do mundo do crime, embora sua educação tenha sido paga por um gângster. Sua vida dá uma reviravolta quando um amigo e agente federal tenta recrutá-lo para o FBI, e é assassinado por um gângster. Dirigido por William Keighley.

cryingstarmoustacheangry
A Chegada (2016)
Filmes

A Chegada (2016)

Louise Banks é uma linguista convocada pelo governo americano para um grande desafio incomum: dialogar com alienígenas de uma das doze naves que pousaram no planeta terra. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida de Louise e a existência de toda a humanidade. Dirigido por Denis Villeneuve.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *