Search

Você pode gostar disso:

Ação Drama Ficção Científica Filmes

A Chave de Sarah (“Elle s’appelait Sarah”)

Eu indico A Chave de Sarah  (França, 2010) Durante a

angeltongue
Despedida em grande estilo (2017)
Ação Drama Ficção Científica Filmes

Despedida em grande estilo (2017)

Morgan Freeman, Michael Caine e Alan Arkin se juntam para uma comédia bacana onde senhores de idade resolvem planejar e assaltar um banco. É a vez dos idosos se rebelarem contra a exploração dos bancos. Dirigido por Zach Braff.

angeltongue
Pica-Pau: O Filme (2017)
Ação Drama Ficção Científica Filmes

Pica-Pau: O Filme (2017)

Os adultos de hoje lembram facilmente dos desenhos do Pica-Pau. O personagem foi criado em 1940 pelo artista Walt Lantz, tendo muitas animações produzidas pelo estúdio do próprio artista e distribuídas pela Universal Pictures. É o personagem pássaro de desenho animado mais famoso do mundo. Agora, anos depois do sucesso do desenho, resolveram fazer um filme live-action misturado com animação gráfica, para mostrar esse personagem peculiar. Dirigido por Alex Zamm e escrito por Dave Krinsky e John Altschuler.

laughingcryingmoustache

O Predestinado (Austrália, 2014)

Predestination (Austrália, 2014)

Um agente temporal (Ethan Hawke) trabalha para uma organização secreta que procura criminosos e os captura antes que eles cometam o delito. Após anos de trabalho, ele encara sua última missão antes de se aposentar: capturar um criminoso responsável por grandes atentados, sendo um em 1975, deixando mais de 11 mil mortos em Nova York. Dirigido por Michael e Peter Spierig.

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

Os Irmãos Michael e Peter Spierig tomam a frente em um dos melhores filmes de ficção de 2014. Estrelado por Ethan Hawke, um grande ator norte-americano, o qual contracena com Sarah Snook e Noah Taylor, sendo que a primeira conseguiu o melhor papel de sua vida, até então, já que interpreta um mesmo personagem em épocas distintas e completamente transformado, ficando excelente no papel.

É o tipo de filme que vai confundir muitos espectadores. Eu mesmo precisei ficar pensando um pouco, lembrando cenas e discutindo com amigos, após o término. O entendimento pleno da situação é fundamental para perceber a grandiosidade do filme, então, para quem ficou confuso, vale muito a pena dar uma lida no site abaixo (precisa selecionar o texto na página para que seja exibida a parte que explica, ou seja, os spoilers):
http://www.cinecriticas.com.br/movie-review/o-predestinado-predestination/

Apesar de existirem grandes filmes sobre viagem no tempo e seus paradoxos, como “Os 12 Macacos” (1995) que possui boa semelhança com este “Predestination”, mais uma vez grandes diretores conseguem somar à temática com um filme bem inteligente. Como se trata de saltos no tempo, seremos convidados a acompanhar os desdobramentos em momentos diferentes: passado, presente e futuro… mas onde está o presente? O que aconteceu e o que ainda vai acontecer?

Temos também ação e criatividade na narrativa. Podemos conferir isso através da ideia utilizada para a máquina portátil, artefato utilizado como mecanismo para as viagens no tempo, bem interessante. No final das contas, tudo fica bem encaixado e assim podemos admirar facilmente o escritor Robert A. Heinlein, responsável pelo conto “All You Zombies”, utilizado como base para a narrativa. Logo o espectador vai entender que o título do livro tem relação com o efeito causado pelos saltos no tempo, uma coisa – entre tantas – que é usada no filme para a explicação toda. Assim como a pergunta “Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?” e sua resposta. Assim, vão me desculpando o mistério e o suspense, mas o que vale é conferir o resultado e prestar atenção, o que é fácil em se tratando de um bom filme.

__________________________________
Fontes:
http://www.cinecriticas.com.br/movie-review/o-predestinado-predestination/

Tags Relacionadas crítica, Ethan Hawke, Noah Taylor, O Predestinado, Os 12 Macacos, Predestination, resenha, Robert A. Heinlein, Sarah Snook
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

crying
Drama

Primavera, Verão, Outono, Inverno… e Primavera (Coréia do Sul, 2003)

Contemplativo e bem reflexivo, recheado de elementos orientais, como o mestre e o aprendiz, a força e simbologia da estátua do Buda, portas sem paredes ao redor, o colchão em contato com o solo, pequenos animais e ensinamentos pelas artes marciais, esta obra do diretor Kim Ki-duk representa o que há de melhor no drama sul-coreano.

coolstarangrypunk
Poltergeist: O Fenômeno (1982)
Terror

Poltergeist: O Fenômeno (1982)

Uma típica família americana vive o famoso sonho americano, moram na casa dos sonhos, numa cidade pequena e com espaço para uma piscina. Mas logo a família Freeling começa a presenciar fenômenos psíquicos, que a princípio parecem ser inofensivos, mas que cada vez se tornam mais aterrorizantes até que uma entidade “sequestra” a pequena Carol Anne (Heather O'Rourke) e tudo vira um inferno.

coolcryingstar
O Sol é Para Todos (1962)
Filmes

O Sol é Para Todos (1962)

Alabama, anos 1930. A pequena Jean (Mary Badham) é uma menina inteligente que tem no seu pai o grande herói. Atticus Finch (Gregory Peck) é um advogado viúvo que cuida de seu casal de filhos pequenos. Idealista e honesto, ele será o defensor de Tom, um negro acusado de estuprar uma mulher branca. Num júri composto apenas de brancos, todos sabem qual será o veredicto. Mas o advogado não desistirá de tentar provar que Tom é inocente. Além desse julgamento, a amizade de Jean com Boo Radley (Robert Duval), um deficiente mental que vive encarcerado em sua casa, vai fazer com que a menina passe a ver o mundo sob uma nova ótica e descobrir que o mundo dos adultos é mais cruel do que parece.

1 Comentário

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *