Search

Você pode gostar disso:

1 ano de blog
Filmes

1 ano de blog

Neste mês de outubro de 2012 o meu blog faz 1 ano. Fico contente em ter cumprido a meta pessoal de postar 3 filmes por mês, não somente indicando, mas também pesquisando bastante para fazer uma postagem com conteúdo, incluindo - da forma mais clara que consegui - a minha visão sobre cada filme. Os filmes favoritos ficam marcados com o ícone da estrela e com o nome "FAVORITOS".

surpriseangry
Eu Vi o Diabo (“Akmareul boatda”, Coreia do Sul, 2010)
Filmes

Eu Vi o Diabo (“Akmareul boatda”, Coreia do Sul, 2010)

Existe um psicopata sanguinário à solta na Coréia do Sul. Jang Kyung-chul (Choi Min-sik) mata mulheres de forma brutal. A polícia tenta capturá-lo há décadas, sem sucesso. Quando a noiva de Soo-hyun (Byung-hun Lee), um agente secreto, é assassinada por este homem, o agente decide procurar sozinho pelo responsável. O encontro entre os dois homens ocorre rapidamente, mas Soo-hyun decide que a morte não é suficiente: será preciso torturá-lo, muitas vezes, para que o outro aprenda todo o mal que causou. Dirigido por Jee-woon Kim.

laughingangeltongue
Baywatch: SOS Malibu (2017)
Filmes

Baywatch: SOS Malibu (2017)

Como comédia, Baywatch funciona muito bem. Com situações bem engraçadas, utilizando bem os clichês do gênero, assim como atores adequados ao papel, é uma opção certa para quem quer relaxar e se divertir vendo um filme. Dwayne Johnson, Zac Efron e outros formam uma equipe que vão atrás de uma conspiração criminosa na praia onde eles trabalham como salva-vidas. Dirigido por Seth Gordon.

Poder Paranormal (“Red Lights”, EUA / Espanha, 2012)

Eu indico
Red Lights (EUA / Espanha, 2012)

Dois investigadores de boatos paranormais, a veterana Dra. Margaret Matheson (Sigourney Weaver) e seu jovem assistente, Tom Buckley (Cillian Murphy), buscam provar as origens fraudulentas destes. Simon Silver (Robert De Niro), um lendário vidente cego, reaparece depois de uma ausência enigmática de 30 anos e torna-se o maior desafio internacional tanto para a ciência ortodoxa quanto para os céticos profissionais. Tom começa a ficar intensamente obcecado por Silver, por este manifestar eventos sem explicação. Roteiro e direção de Rodrigo Cortés.

Farsas bem boladas para um filme bem bolado:
Não é fácil ser original com um tema já muitoexplorado, quanto mais diante de espectadores cada vez mais experientes. Estimular a curiosidade é uma forma de prender a atenção, melhor ainda é surpreender o espectador inteligente, de forma inteligente. O protagonista interpretado por Cillian Murphy nos fala algo já conhecido: “O truque dos ilusionistas é conduzir o olhar do espectador para longe do ponto onde ele está fazendo sua ‘mágica’”. Essa fórmula tem sido comum em muitos filmes interessantes, só em 2006 fomos presenteados com “O Ilusionista” e “O Grande Truque”, com direito a atores excelentes (Edward Norton, Hugh Jackman e Christian Bale); em 2013 tivemos o movimentado e bem elaborado “Truque de Mestre”. Neste filme “Poder Paranormal”, Cillian Murphy contracena com o grande Robert De Niro, mas não fica para trás, já que este ator previamente nos mostrou o seu talento em “Batman Begins” como o vilão Espantalho (Dr. Jonathan Crane), sendo o único vilão que aparece nos 3 filmes. Mas a questão aqui é que este filme pode entrar para lista dos que funcionaram bem com uma fórmula já conhecida.
O diretor espanhol Rodrigo Cortés não só acrescenta mais um filme agradável, nesta temática interessante de usar a ciência para forjar eventos e se aproveitar de pessoas inocentes, como introduz elementos de ilusionismo e a reflexão de até onde podemos acreditar emeventos “paranormais” (até porque existem casos reais onde não foramencontradas explicações). Assim, o diretor aproveita a possibilidade e deixa sua marca em relação à boas reviravoltas e estímulo à curiosidade do exigente espectador. O título original, “Luzes Vermelhas”, dá uma ideia daquele detalhe de alerta que serve para chamara atenção, por isso prestar atenção aos detalhes é importante, por outro lado os detalhes também são usados para distrair a atenção para o lugar errado, aderente assim à frase do personagem.
Tom (Cillian Murphy) e Margaret (Sigourney Weaver) trabalham desmascarando fenômenos paranormais e psíquicos. Margaret tem um envolvimento pessoal com este tipo de trabalho e faz disso sua cruzada pessoal. A partir dessa situação, muitas perguntas vão surgindo durante o filme, inclusive o significado do título “Luzes Vermelhas”. As dúvidas serão esclarecidas ou usadas somente para prender o espectador e despistá-lo? Aqueles que se alimentam do suspense e esperam relevações e grandes reviravoltas serão saciados? Aqueles que assistirão sem muitas expectativas serão surpreendidos? Difícil de saber, mas espero que a maioria não pisque os olhos durante o filme.
__________________________________
Fontes:
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

crying
Filho de Saul (Hungria, 2015)
Drama

Filho de Saul (Hungria, 2015)

Durante a Segunda Guerra Mundial, num campo de concentração de Auschwitz, Saul (Géza Röhrig) é um judeu obrigado a trabalhar para os nazistas, sendo um dos responsáveis em limpar as câmaras de gás após dezenas de outros judeus serem mortos. Em meio à tensão do momento e às dificuldades inerentes desta tarefa, ele reconhece entre os mortos o corpo de seu próprio filho. Dirigido por László Nemes.

Filmes

Che (Espanha, 2008)

Eu indico Che (Espanha / França / EUA, 2008) 26

Filmes

Milagre em Milão (“Miracolo a Milano”)

Eu indico Miracolo a Milano (Itália, 1951) Uma mulher adota

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *