Search

Você pode gostar disso:

crying
Até o fim (“All is lost”, 2013)
Drama Filmes

Até o fim (“All is lost”, 2013)

Um navegador experiente está viajando pelo Oceano Pacífico, quando uma colisão com um container leva à destruição parcial do veleiro. Ele consegue remendar o casco, mas terá a difícil tarefa de resistir às tormentas e aos tubarões para sobreviver, além de contar apenas com mapas e com as correntes marítimas para chegar ao seu destino. Escrito e dirigido por J. C. Chandor.

1 ano de blog
Drama Filmes

1 ano de blog

Neste mês de outubro de 2012 o meu blog faz 1 ano. Fico contente em ter cumprido a meta pessoal de postar 3 filmes por mês, não somente indicando, mas também pesquisando bastante para fazer uma postagem com conteúdo, incluindo - da forma mais clara que consegui - a minha visão sobre cada filme. Os filmes favoritos ficam marcados com o ícone da estrela e com o nome "FAVORITOS".

confusedcryingstar
Síndromes e um século (Tailândia, 2006)
Drama Filmes

Síndromes e um século (Tailândia, 2006)

Situações aparentemente insignificantes ganham um grande significado nesta obra cinematográfica do diretor tailandês Apichatpong Weerasethakul. Retrato da modernização da Tailândia e as síndromes do século, através de situações em um hospital.

crying

Ressurreição (EUA, 2016)

Risen (EUA, 2016)

Às vésperas de um levante em Jerusalém, surgem rumores de que o Messias judeu ressuscitou. Um centurião romano agnóstico e cético (Joseph Fiennes) é enviado por Pôncio Pilatos para investigar a ressurreição e localizar o corpo desaparecido do já falecido e crucificado Jesus de Nazaré, a fim de subjulgar a revolta eminente. Conforme ele apura os fatos e ouve depoimentos, suas dúvidas sobre o evento milagroso começam a sumir. Dirigido por John Huston.

A Ressurreição de Jesus:

Lançado recentemente nos cinemas, este é um filme focado em algumas das passagens mais importantes da Bíblia Sagrada, que trata da ressurreição de Jesus Cristo, mostrado as suas aparições após a crucificação. O filme parte do evento da crucificação do nazareno e a trama vai se desdobrar sobre os acontecimentos que ocorrem após isso.

Um incrédulo, Clavius, interpretado por Joseph Fiennes, é o chamado tribuno de Pilatos, um soldado romano encarregado de encontrar o corpo do nazareno, que sumiu após completar 3 dias de falecido. Esse “encontro” de um homem comum com Jesus é abordado de uma forma que agrada, quanto mais por se tratar de um homem que está do lado romano com o salvador que estava supostamente morto. Acompanhamos o ponto de vista do tribuno, pois ele é o personagem principal; seus questionamentos, dilema, e sua bela transformação ocorrem ao longo do filme. Segundo Mickey Liddell, um dos produtores, “Ele não está procurando o corpo de Cristo para seguir sua agenda política ou religiosa. Ele está só seguindo ordens”. As cenas das aparições de Jesus após sua suporta morte são bem parecidas com o descrito na Bíblia, sendo este mais um ponto forte do filme.

Clavius é uma representação fiel da conversão do homem. Ao longo de sua jornada, ele não se conforma em não encontrar o corpo, se surpreende com o comportamento dos apóstolos e testemunhas de que Jesus de fato ressuscitou. O ator Joseph Fiennes, protagonista de Sheakspeare Apaixonado (1998), interpreta o tribuno.

A relação e encontro dos homens com Cristo (Novo Testamento) e com o Deus do Antigo Testamento ocorre muitas vezes na Bíblia e foi tratada em grandes filmes como Jesus de Nazaré de Franco Zefirelli (1977) e Os Dez Mandamentos (1956), de Cecil B. DeMille. Dois grandes diretores e dois grandes filmes. Cuidado para não confundir com Os Dez Mandamentos “da rede record” que eu nem me arrisco a assistir.

Particularmente não gosto de filmes católicos, evangélicos, cristãos, espíritas ou o que seja, que procuram forçar a barra para uma crença específica sem respeitar as diversas opiniões e nos evita a pensar de forma mais abrangente, como é o exemplo do filme Deus “Não” Está Morto, que já tem uma continuação nos cinemas, assim como outros títulos que assisti e não me recordo do nome. Mas este filme atende ao que se propôs, já que respeita as narrações da Bíblia e possui bons diálogos e um ponto de vista diferente. Vai agradar com certeza a quem acredita no Deus da Bíblia e na ressurreição de Jesus Cristo como salvador, mas também deve agradar aos céticos e outros que, no mínimo, podem substituir a leitura bíblica pelo filme, já que normalmente não há predisposição para ler a mesma.

__________________________________
Fontes:
http://tommo.com.br/ressurreicao-o-filme-chega-aos-cinemas-esta-quinta/

Tags Relacionadas Bíblia, centurião, Clavius, DeMille, Deus, Dez Mandamentos, Jesus, John Huston, Joseph Fiennes, Pilatos, Ressurreição, romano, tribuno, Zefirelli
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

cryingmoney
Secretária (EUA, 2002)
Romance

Secretária (EUA, 2002)

Após passar algum tempo em um sanatório, Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal) volta para a casa de seus pais pronta para recomeçar sua vida. Ela então faz um curso de secretária e tenta um emprego com E. Edward Grey (James Spader), que tem um escritório de advocacia. Inicialmente o trabalho parece bem normal e entediante, mas com o tempo, chefe e subordinada embarcam numa relação mais íntima e cruzam linhas de conduta da sexualidade humana. Dirigido por Steven Shainberg.

Filmes

A Doce Vida (“La Dolce Vita”)

Eu indico A Doce Vida (Itália, 1960) O jornalista Marcello

crying
Tarde Demais (“Beautiful Boy”, 2010)
Drama

Tarde Demais (“Beautiful Boy”, 2010)

A jornada de um casal que tenta desesperadamente encontrar alguma explicação, depois de descobrir que seu único filho cometeu um assassinato em massa dentro de sua universidade e depois se suicidou. O filme mostra como eles lidam com a realidade de ter o único filho morto e visto por todos como um assassino cruel. Dirigido por Shawn Ku.

1 Comentário

  1. […] Ressurreição (“Risen”) (2016): Um dos últimos bons filmes desse estilo que passou pelo cinema. Joseph Fiennes interpreta um centurião romano agnóstico e cético que tem a tarefa de localizar o corpo desaparecido do já falecido e crucificado Jesus de Nazaré. Conforme ele apura os fatos e ouve depoimentos, suas dúvidas sobre o evento milagroso começam a sumir. Dirigido por John Huston, a trama tem seu ponto forte em mostrar o ponto de vista de um incrédulo com oportunidade de transformação. […]

    Reply

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *