Search

Você pode gostar disso:

Ação Comédia Ficção Científica Filmes

Sobrenatural (“Insidious”)

Eu indico Insidious (EUA, 2011) A família Lambert, formada por

crying
Deus Branco (Hungria, 2014)
Ação Comédia Ficção Científica Filmes

Deus Branco (Hungria, 2014)

O filme mostra a história do cão de raça mista Hagen que se muda, junto com sua guardiã Lili e o pai dela. O pai recusa-se a pagar a multa do cão "híbrido", imposta pelo governo e acaba por abandonar o cão. O cachorro Hagen logo atrai um grande número de seguidores mestiços que começam uma revolta aparentemente organizada, contra os seus opressores humanos. Dirigido por Kornél Mundruczó.

Ação Comédia Ficção Científica Filmes

Poder Paranormal (“Red Lights”, EUA / Espanha, 2012)

Eu indico Red Lights (EUA / Espanha, 2012) Dois investigadores

laughingangelmoustache

Viagem ao Mundo dos Sonhos (Explorers, 1985)

Explorers (EUA, 1985)

Tudo com o que Ben Crandall (Ethan Hawke) sempre sonhou torna-se real quando, com a ajuda de seus amigos Wolfgang Müller (River Phoenix) e Darren Woods (Jason Presson), além da sua imaginação, ele se lança na descoberta de uma nave espacial em seu laboratório. Os três jovens garotos vêem então cada vez mais próxima a oportunidade de fazer a viagem interplanetária que sempre desejaram. Dirigido por Joe Dante.

Filme anos 80:

Muita gente entende quando se fala que os filmes da década de 80 possuem um atmosfera especial. Recentemente isso foi resgatado com a série Stranger Things (2016), mas antes disso conferimos algumas produções feitas nessa nossa década atual e que lembram filmes da década de 80; um exemplo disso é Super 8 (2011, de J. J. Abrams com produção de Steven Spielberg).

Viagem ao Mundo dos Sonhos (Explorers) foi um dos filmes que inspirou cenas de Stranger Things, então resolvi conferir o mesmo recentemente, pois não lembrava de tê-lo visto quando criança. De cara é interessante ver o grande ator Ethan Hawke estrelando um filme quando era uma criança. Este foi o seu primeiro filme e, quatro anos depois, ele participou de Sociedade dos Poetas Mortos (1989).

Apesar de não ser tão conhecido quanto os demais filmes que inspiraram a série supracitada, Explores é bem recomendado. Não só pela nostalgia, mas porquê os efeitos são legais e os personagens, carismáticos, o que vai de acordo com características dos filmes anos 80. Temos até uma cena divertida num cine drive in, muito popular na época. É uma aventura infantil que mexe com os nossos sonhos quando criança. E o filme vai melhorando com o passar das cenas, principalmente quando os garotos finalmente conseguem ter contato com uma raça extraterrestre que, acredite, será bem diferente do que estamos acostumados em outros filmes onde é estabelecido este tipo de contato. É irreverente, despretensioso, bem bacana e passa o seu recado à humanidade.

Tags Relacionadas crítica, explorers, filme explorers, filme stranger things, filmes anos 80, resenha, Viagem ao Mundo dos Sonhos
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

angelcrying
Um homem chamado Ove (Suécia, 2015)
Comédia

Um homem chamado Ove (Suécia, 2015)

À primeira vista, Ove é o típico rabugento da terceira idade. Morando em um pequeno condomínio de casas no interior da Suécia, o senhor de quase 60 anos se irrita com todos os atos dos vizinhos, que segundo ele, não fazem nada certo. Sem motivações após a morte da mulher e surpreendido por uma demissão após quatro décadas de dedicação ao trabalho, Ove resolve dar um fim a sua vida, mas a chegada de novos vizinhos acaba mudando isso. Uma história que nos ajuda a relembrar que a gentileza, o amor e a felicidade podem ser encontrados nos lugares mais inesperados. Dirigido por Hannes Holm.

Filmes

Che (Espanha, 2008)

Eu indico Che (Espanha / França / EUA, 2008) 26

coolcryingstar
Cinema Paradiso (Itália, 1988)
Favoritos

Cinema Paradiso (Itália, 1988)

O filme conta a história de uma amizade entre um garoto (Totó) e um projecionista (Alfredo), além do amor de ambos pelo cinema, na figura do chamado Cinema Paradiso, onde Alfredo trabalhava. Já adulto, Salvatore Di Vita (Totó) é um cineasta bem-sucedido e vive em Roma. Ele recebe um telefonema de sua mãe avisando que Alfredo faleceu, e isso traz lembranças de sua infância e, principalmente, do Cinema Paradiso.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário

Seus dados estão seguros! Seu endereço de email não será publicado. E seus dados não serão compartilhados com terceiros. Campos obrigatórios marcados como *