Search

Você pode gostar disso:

coolcryingstar
O Sol é Para Todos (1962)
Especial

O Sol é Para Todos (1962)

Alabama, anos 1930. A pequena Jean (Mary Badham) é uma menina inteligente que tem no seu pai o grande herói. Atticus Finch (Gregory Peck) é um advogado viúvo que cuida de seu casal de filhos pequenos. Idealista e honesto, ele será o defensor de Tom, um negro acusado de estuprar uma mulher branca. Num júri composto apenas de brancos, todos sabem qual será o veredicto. Mas o advogado não desistirá de tentar provar que Tom é inocente. Além desse julgamento, a amizade de Jean com Boo Radley (Robert Duval), um deficiente mental que vive encarcerado em sua casa, vai fazer com que a menina passe a ver o mundo sob uma nova ótica e descobrir que o mundo dos adultos é mais cruel do que parece.

Especial

72 horas (“The Next Three Days”)

Eu indico 72 horas (EUA / França, 2010) John Brennan

happy
Top 10 filmes produzidos em 2014
Especial

Top 10 filmes produzidos em 2014

Com a proximidade do Oscar, faço uma reflexão e indico os 10 melhores filmes produzidos em 2014, os quais tive a feliz oportunidade de assistir. Você pode ver a resenha que fizemos de alguns dos filmes clicando no título.

Dica de livro: Tudo Sobre Cinema

Livro: Tudo Sobre Cinema

Recomendo esse livro que tem me ajudado muito a imergir com profundidade no mundo cinematográfico: “Tudo Sobre Cinema”, editado por Philip Kemp e com o prefácio de Christopher Frayling. São 576 páginas com boas ilustrações e muito texto. Após uma boa introdução sobre a história do cinema, ele é organizado de forma cronológica e escrito por uma experiente equipe de críticos especializados, mostrando a evolução da sétima arte. Para cada década, cita os filmes que marcaram a época, que influenciaram e foram influenciados pelo contexto, e detalha alguns deles.

É uma ótima fonte para quem, como eu, gosta de ver filmes de todas as épocas e todos os gêneros. Impressionante como houve uma rápida evolução da sétima arte em um curto período da história e, ao mesmo tempo, filmes bem antigos ainda são inesquecíveis. O livro mostra desde os primórdios, onde em 1895, os irmãos Lumière projetaram o primeiro filme: “A saída dos operários da fábrica Lumière”, na França, e vai praticamente até os dias atuais (o livro foi lançado em 2011).

Tags Relacionadas al pacino, cinema, dica, godfather, livro, livro cinema, livro sobre cinema, Lumière, poderoso chefão, tudo sobre cinema
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes rodados no interior de Minas Gerais (Ouro Preto e redondezas)
Especial

Filmes rodados no interior de Minas Gerais (Ouro Preto e redondezas)

Em nossa última viagem, estivemos no interior de Minas Gerais, principalmente em Ouro Preto. Após conversa com guias locais e um pouco de pesquisa, felizmente descobrimos que alguns filmes foram rodados nessa região, filmes raros que mostram nossa história e cultura. Confiram!

Entre em cena pelo CineMAM!
Especial

Entre em cena pelo CineMAM!

O Circuito Saladearte vai inaugurar o Cinema do MAM em Salvador, o CineMAM. O melhor de tudo é que você pode ser sócio, ou simplesmente contribuir com a campanha de financiamento e ganhar recompensas de forma imediata! Enquanto Salvador ganha um novo cinema alternativo, que exibirá filmes nacionais, europeus e filmes americanos independentes, além de curtas e eventos, você ganha prêmios exclusivos.

Pouco dinheiro para ir ao cinema? Dicas para ter desconto!
Especial

Pouco dinheiro para ir ao cinema? Dicas para ter desconto!

Em tempos de crise, quem é viciado em cinema não necessariamente precisa reduzir a frequência para economizar grana. Nada de falsificar carteira ou comprovante de matrícula estudantil. Veja algumas formas de conseguir descontos nos cinemas sem gastar alto, todas dentro da legalidade.

1 Comentário

  1. O livro realmente tem te ajudado a conhecer melhor a história do cinema e seu contexto. Aproveito para sugerir que publique um texto sobre a Nouvelle vague, um movimento que influenciou, definitivamente, a forma de fazer cinema. Os longas 'Acossado" e "Os incompreendidos" são tidos como referência do movimento que começou na França, ainda nos anos 60.

    Reply

Deixe seu comentário