Search

Você pode gostar disso:

happy
Top 10 filmes coreanos para hollywood nenhuma botar defeito
Destaques Drama Filmes Na pré Nacional

Top 10 filmes coreanos para hollywood nenhuma botar defeito

A Coreia do Sul possui excelentes produções há um bom tempo, embora tenha chamado a atenção mundial recentemente. Muitos filmes de qualidade, principalmente nos gêneros suspense e policial. Esse é um top 10 especial para mim, já que experimentei muitos filmes coreanos por indicação de amigos mais viciados e com base em outras listas na internet.

Destaques Drama Filmes Na pré Nacional

O Homem Invisível (The Invisible Man)

Eu indico The Invisible Man (EUA, 1933) Jack Griffin (Claude

Destaques Drama Filmes Na pré Nacional

A Última Casa à Esquerda

Eu indico The Last House on the Left (EUA, 2009)

Nacional

cryingtonguesecret
A Vida Invisível (Brasil, 2019)
Destaques Drama Filmes Na pré Nacional

A Vida Invisível (Brasil, 2019)

O diretor Karim Aïnouz, de Madame Satã (2002) e Praia do Futuro (2014), destaca a força das mulheres num filme baseado no romance "A vida invisível de Eurídice Gusmão", de Martha Batalha. A Eurídice Gusmão do título da obra é uma das personagens que divide o protagonismo com a sua irmã Guida, interpretadas respectivamente por Carol Duarte e Julia Stockler. O que Bacurau (de Kleber Mendonça Filho) tem de ousado e focado, este aqui tem de delicado e universal.

cryingtonguesecret
Hebe – A Estrela do Brasil (Brasil, 2019)
Drama Filmes Na pré Nacional

Hebe – A Estrela do Brasil (Brasil, 2019)

Durante o período de transição da ditadura militar para a democracia, Hebe aceita correr o risco de perder tudo que conquistou na vida e dá um basta: quer o direito de ser ela mesma na frente das câmeras, dona de sua voz e única autora de sua própria história. Dirigido por Maurício Farias.

cryingsecret
Deslembro (Brasil, 2018)
Drama Filmes Nacional

Deslembro (Brasil, 2018)

A diretora Flavia Castro fez um filme bem pessoal. Ela se inspirou após fazer Diário de uma Busca (2010), documentário onde investiga a morte do próprio pai, militante político e também vítima da ditadura. Ela informou, em entrevista, que queria falar de memória, só que a memória do contexto no qual cresceu.

laughingtonguesecret
JOB (Brasil, 2019): confira o cartaz oficial do filme e nossa resenha
Ação Especial Filmes Na pré Nacional Primeiro Aqui

JOB (Brasil, 2019): confira o cartaz oficial do filme e nossa resenha

O novo filme com Danilo Ferraz é parte da jornada para que o gênero de ação com conteúdo finalmente tenha uma inserção positiva e chegue a um patamar tão merecido no cinema nacional. Como o próprio curta mostra, é possível entregar ação, suspense e levantar questões sociais numa mesma trama em contexto com situações nas quais o brasileiro convive. E tudo isso em apenas 12 minutos! Confira o cartaz oficial do filme em primeira mão aqui no nosso site e uma resenha especial.

cryingtonguesecret
Happy Hour – Verdades e Consequências (Brasil / Argentina, 2017)
Drama Filmes Na pré Nacional Primeiro Aqui

Happy Hour – Verdades e Consequências (Brasil / Argentina, 2017)

Em um mundo tão real quanto fictício, Horácio procura sua verdade. Assim, aprende a dar espaço a seu desejo, em uma história em que a comédia se cruza com a melancolia. Dirigido por Eduardo Albergalia e escrito em parceria com Carlos Thiré, Ana Cohan e Fernando Velasco, esse filme parece ter saído de uma história de Nelson Rodrigues.

cryingtonguesecretmoney
O filme da minha vida (Brasil, 2017)
Drama Filmes Na pré Nacional Romance

O filme da minha vida (Brasil, 2017)

Até o momento, este filme representa o mais próximo que o cinema nacional pode chegar de Cinema Paradiso (Itália, 1988). A produção é baseado no livro "Um pai de cinema" de Antonio Skármeta, escritor chileno que também tem “O carteiro e o poeta”. Na história, o jovem Tony decide retornar a Remanso, Serra Gaúcha, sua cidade natal. Ao chegar, ele descobre que Nicolas, seu pai, voltou para França alegando sentir falta dos amigos e do país de origem. Tony acaba tornando-se professor e vê-se em meio aos conflitos e inexperiências juvenis.

cryingtonguesecret
Travessia (Brasil, 2013)
Drama Filmes Na pré Nacional

Travessia (Brasil, 2013)

Salvador, Brasil. Roberto (Chico Diaz) acabou de perder a esposa e está solitário e infeliz. Além disso, o relacionamento com seu único filho, Júlio (Caio Castro), vai de mal a pior. Um dia, após se embebedar e fracassar ao tentar contratar uma prostituta, ele acaba atropelando um garoto. Desesperado, ele coloca o menino no carro e o leva ao hospital mais próximo. Apesar do socorro imediato, Roberto precisa prestar esclarecimentos na polícia e corre o risco de ser preso. Paralelamente, Júlio se envolve com uma garota (Camilla Camago) e procura se sustentar através do tráfico de drogas em festas badaladas que ocorrem na cidade. Dirigido por João Gabriel.

cryingsecret
Mãe só há uma (Brasil, 2016)
Drama Filmes Nacional

Mãe só há uma (Brasil, 2016)

Anna Muylaert dirige este filme nacional que poderia vencer um Oscar. Baseado em um caso real, mostra um garoto de 16 anos que descobre que sua mãe não é biológica, quando a mesma é presa pela polícia. Confuso e tendo que morar com seus parentes verdadeiros, que o conhecem como Felipe, o rapaz tem que se adaptar à nova realidade.

clownsecret
A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)
DOC Filmes Nacional

A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)

O documentário parte do filme “Coisas Eróticas”, primeiro longa-metragem de sexo explícito lançado no país, em 1982. Há pouco mais de trinta anos atrás a fita rodava nas principais salas de cinema do Brasil, causando alvoroço no público em plena ditadura militar. Recheado de curiosidades e polêmicas, o filme marcou a produção cinematográfica da época para o bem e para o mal, figurando até hoje entre as quinze maiores bilheterias nacionais de todos os tempos. Dirigido por Bruno Graziano, Denise Godinho e Hugo Moura.

clownsecret
O Homem que Engarrafava Nuvens (Brasil, 2009)
DOC Filmes Nacional

O Homem que Engarrafava Nuvens (Brasil, 2009)

Documentário nacional que conta a história do baião através da ascensão e queda de um de seus maiores expoentes, o letrista e compositor Humberto Teixeira, conhecido como o "doutor do baião". Responsável por clássicos como "Asa Branca" e "Adeus Maria Fulô", Teixeira atingiu o estrelato nos anos 50 mas acabou quase esquecido. Na década seguinte, com o surgimento da bossa nova, o baião quase caiu na obscuridade. Dirigido por Lírio Ferreira.

  • 1
  • 2