Search

Você pode gostar disso:

secretangrypunk
Isolados (Brasil, 2014)
Ação Filmes Na pré Primeiro Aqui

Isolados (Brasil, 2014)

O psiquiatra Lauro (Bruno Gagliasso) e sua namorada, Renata (Regiane Alves), decidem passar férias em uma casa isolada na serra, porém o que parecia ser uma época de paz e sossego, acaba se tornando um pesadelo, quando uma sequência de ataques violentos na região se aproxima cada vez mais do casal. Dirigido por Tomas Portella.

tonguesurpriseangry
Assassinato no Expresso do Oriente (2017)
Ação Filmes Na pré Primeiro Aqui

Assassinato no Expresso do Oriente (2017)

É uma adaptação bem fiel ao livro de Agatha Christie, sendo assim não chega a trazer novidades para quem leu o livro ou assistiu ao primeiro filme. Foi uma escolha de roteiro sem riscos, neste caso pode ter sido a melhor escolha. Como investigação e suspense funciona muito bem e ressalta temas bem presentes nas obras da escritora, como tradição, vingança, poder e justiça. Destaque para Kenneth Branagh que dirige o filme e interpreta o detetive Hercule Poirot.

laughingsurpriseangry
A Hard Day (Coreia do Sul, 2014)
Ação Filmes Na pré Primeiro Aqui

A Hard Day (Coreia do Sul, 2014)

A trama acompanha o detetive Ko Gun-Soo que, ao voltar do funeral de sua mãe, atropela um homem em uma estrada escura. Em um momento de desespero, o policial oculta o crime e tenta esconder o corpo. A partir disso, o detetive vai passar por várias situações complicadas. Escrito e dirigido por Kim Seong-hoon.

laughingtongue

Rampage: Destruição Total (2018)

Rampage (EUA, 2018)

“Mexeu com ele, mexeu comigo!”

Atualmente, Dwayne Johnson é a autoridade maior quando se trata de filmes de ação e até de comédia. Tem sido feliz com os papéis e seu carisma e físico ajudam bastante. Após dois trabalhos sob a direção de Brad Peyton, Viagem 2 – A Ilha Misteriosa (2012) e Terremoto – A Falha de San Andreas (2015), ambos com continuação prevista a ser dirigida pelo mesmo, eles voltam a estar juntos em mais um filme de ação. O diferencial em Rampage é que nosso herói encara monstros gigantes e ainda se preocupa em curar o seu amigo, um gorila chamado George. O gorila possui uma presença forte no filme, é inteligente, conversa com as pessoas por gestos, é sensível e acaba sendo vítima de um acidente após uma experiência genética ilegal. Ele foi concebido via computação gráfica com captura de movimentos, feito pelo ator Jason Liles.

Você não precisa de desculpas para assistir um filme com Dwayne Johnson enfrentando três animais gigantes, alterados geneticamente, numa onda de destruição, e ainda tendo como amigo um gorila albino. O filme ganha um impulso forte nas cenas passadas na cidade de Chicago, com os monstros destruindo tudo pela frente e enfrentando as forças armadas… e Dwayne Johnson no meio! É uma cena longa e fantástica, catastrófica e empolgante, com adrenalina que segue até o final do filme. A dupla (homem e gorila) possui uma interação muito boa e a amizade entre eles exprime a importância de entendermos e respeitarmos a vida selvagem (o gorila é de uma espécie em extinção, por sinal).

O filme é uma adaptação da série de jogos “Rampage”, criada para o arcade (fliperamas) em 1986, no qual o jogador assume um dos três personagens, um lagarto, um gorila ou um lobisomem, e tenta sobreviver aos ataques de forças militares enquanto destrói a cidade. A proposta ficou bem similar. No filme, o nome do gorila e do lobo são os mesmos do game (George e Ralph). O jogo teve sequências até 2006, inclusive para PlayStation 2 e Wii.

As cenas iniciais possuem uma certa dose de ficção e suspense, com uma trilha sonora neste sentido, e logo depois percebemos uma série de situações absurdas e comportamentos incoerentes, uma tentativa fraca de chegar logo nas cenas de destruição da cidade, que nos faz praticamente esquecer tudo que veio antes. Dwayne Johnson está no papel de sempre, na sua primeira aparição em cena ele já repete um clichê, mas é aquele clichê que todos gostam. Coincidentemente, seu personagem é das forças especiais, assim temos a velha fórmula dos heróis inesperados (tudo contra eles que salvam a pátria ao invés das forças armadas), mas também uma boa e leve discussão sobre a importância da psicologia na interação com os animais, ao invés de sempre resolver as coisas na submissão através da força bruta, e a importância daqueles que se arriscam para combater a caça ilegal de animais.

O elenco conta ainda com Jeffrey Dean Morgan (o grande vilão Negan da série Walking Dead), que possui uma boa presença em cena neste filme, assim como Naomie Harris (indicada ao Oscar por “Moonlight” em 2016).

Tags Relacionadas Brad Peyton, crítica Rampage, Destruição Total filme, Dwayne Johnson, filme Dwayne Johnson, filme Rampage, filmes Dwayne Johnson, Jason Liles, Rampage, Rampage Destruição Total, Rampage filme, resenha Rampage, The rock
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

A Trilha (“A Perfect Getaway”)

Eu indico A Trilha (EUA, 2009) Cydney (Milla Jovovich) e

moustachetonguemoney
Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (2018)
Romance

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald (2018)

Newt Scamander reencontra os queridos amigos Tina Goldstein, Queenie Goldstein e Jacob Kowalski. Ele é recrutado pelo seu antigo professor em Hogwarts, Alvo Dumbledore, para enfrentar o terrível bruxo das trevas Gellert Grindelwald, que escapou da custódia da Macusa (Congresso Mágico dos EUA) e reúne seguidores, dividindo o mundo entre seres de magos sangue puro e seres não-mágicos. Dirigido por David Yates e roteiro de J. K. Rowling.

cryingtongue
A Cabana (2017)
Na pré

A Cabana (2017)

Um homem vive atormentado após perder a sua filha mais nova, cujo corpo nunca foi encontrado, mas sinais de que ela teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. Anos depois da tragédia, ele recebe um chamado misterioso para retornar a esse local, onde ele vai receber uma lição de vida. Dirigido por Stuart Hazeldine.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário