Search

Você pode gostar disso:

cryingstar
Boyhood – Da Infância à Juventude (EUA, 2014)
Ação Destaques Filmes Na pré Primeiro Aqui

Boyhood – Da Infância à Juventude (EUA, 2014)

Filmado durante 12 anos (começou em 2002), este filme é um retrato dessas experiências, da infância até a juventude, focada na vida de um garoto. O diretor Richard Linklater manteve os mesmos atores durante os 12 anos de produção, cada ano reunia a todos e filmava um pouco mais.

angeltongue
Um Espião Animal (2019)
Ação Destaques Filmes Na pré Primeiro Aqui

Um Espião Animal (2019)

Após um acidente, um superespião (Will Smith) se transforma num pombo e precisa trabalhar com um cientista esquisito (Tom Holland) para impedir uma catástrofe. Dirigido por Nick Bruno e Troy Quane.

happy
TOP 10 filmes lançados em 2019
Ação Destaques Filmes Na pré Primeiro Aqui

TOP 10 filmes lançados em 2019

TOP 10 melhores filmes de 2019! A regra aqui é: filmes que mais ME causaram fortes sensações, seja de prazer, medo, surpresa, conteúdo; principalmente, uma grande satisfação ao término da sessão. Sendo assim, temos filmes quase esquecidos assim como filmes óbvios que foram um sucesso de público e crítica em 2019.

laughingtongue

Sonic: O Filme (2020)

Sonic (2020) é uma divertida aventura em live-action!

Sonic (2020): resenha

Sonic the Hedgehog (EUA, 2020)

Pense num jogo alucinante que teve a sacada de incluir o elemento velocidade num porco espinho azul e bem simpático. A missão de trazer para o cinema esse personagem que revolucionou a SEGA – franquia mundial de vídeo games – perante seus concorrentes, foi dada a um fã de Sonic, o diretor Jeff Fowler que conhece o jogo desde seus 13 anos de idade.

Temos então o primeiro Sonic em live action no cinema, um trabalho que consegue agradar os fãs com alguns elementos do jogo, embora deixe de explorar muitos outros. Isso me pareceu estratégico, de forma a guardar munição para usar numa possível continuação. O personagem sendo jogado no mundo humano limitou o uso de elementos do jogo, por outro lado permitiu novas ideias. Todavia, temos os elementos básicos como os anéis de ouro, o portal-teletransporte e os sapatos vermelhos característicos do Sonic! Outrossim, o famoso vilão blindado de tecnologias Dr. Robotnik. Se você prestar atenção, vai identificar até a trilha sonora do primeiro jogo.

Ademais, é bem acessível para aqueles que não estão familiarizados com o personagem. O enredo de Sonic: O Filme (2020) é simples e consegue gerar simpatia e identificação. Afinal, o Sonic do filme é um garoto em fase de crescimento, precisando de amigos, diversão e orientação. A voz de Ben Schwartz ajudou muito a passar essa visão do personagem. Tudo o que ele tem é seu poder, sua velocidade descomunal. Uma verdadeira guerra do bem com os atributos velocidade e união contra o mal com sua tecnologia e egoísmo.

Nunca pare de correr!

O diretor aproveita a oportunidade perfeita para incrementar as cenas com piadas que envolvem super velocidade. Além disso, boas referências a outros filmes e personagens de quadrinhos que têm o elemento velocidade na frente. Não deve ter sido difícil com a presença do produtor de Velozes e Furiosos (Neal Moritz) e Deadpool (Tim Miller).

Ainda assim, uma homenagem à SEGA com uma abertura de arrepiar tal como a que aparece em todos os filmes dos Vingadores da Marvel e deixando a esperança de mais adaptações de games para o cinema… e que funcionem. O Mário ficou para trás aqui também (Super Mario Bros de 1993 é difícil de assistir).

Aquele Jim Carrey voltou. Viva!

Jim Carrey volta às origens de seus papéis de comédia, literalmente se empolgando como Dr. Robotnik e lembrando suas performances hilárias em Ace Ventura: Um Detetive Diferente, O Máskara e O Mentiroso. É um Jim Carrey sem filtro e sem freio, tão bem que ansiamos por mais cenas com ele. A proposta de sempre (vilão que quer controlar o mundo) fez o diretor, com ajuda do próprio ator, a confeccionar um personagem moderno e acreditável, mesmo com seus exageros. Praticamente um Cérebro (aquele ratinho de Pink e Cérebro), tendo o Sonic estragando seus planos.

Jim Carrey como Dr. Robotnik

As sequências de perseguição entre Robotnik e Sonic ficaram bem bacanas, lembrando o jogo que teve muitas variações acompanhando a tecnologia que avançava no tempo. Até versões em 3D, outras para aplicativos móveis, enfim. Sonic: O Filme (2020) é um live-action que deixa uma ansiedade para termos mais disso. Afinal, existe muita coisa no universo do game a ser colocada num longa, e espero que você confira as duas cenas pós créditos para entender o que estou dizendo.

Tags Relacionadas crítica sonic, filme sonic, jim carrey, jim carrey robotnik, resenha sonic, sonic 2020, sonic jim carrey
Post anterior

Você pode gostar disso:

laughingtongue
Velozes e Furiosos 8 (2017)
Ação

Velozes e Furiosos 8 (2017)

Depois que Brian e Mia se aposentaram, e o resto da equipe foi exonerado, Dom e Letty estão em lua de mel e levam uma vida pacata e completamente normal. Mas a adrenalina do passado acaba voltando com tudo quando uma mulher misteriosa faz com que Dom retorne ao mundo do crime e da velocidade. Dirigido por F. Gary Gray.

laughing
John Wick: Um Novo Dia para Matar (2017)
Ação

John Wick: Um Novo Dia para Matar (2017)

Após recuperar seu carro, John Wick (Keanu Reeves) acredita que enfim poderá se aposentar. Entretanto, a reaparição de Santino D'Antonio (Riccardo Scarmacio) atrapalha seus planos. Dono de uma promissória em nome de Wick, por ele usada para deixar o posto de assassino profissional da Alta Cúpula, Santino cobra a dívida existente e insiste para que ele mate sua própria irmã, Gianna (Claudia Gerini). Dirigido por Chad Stahelski.

coolcryingstar
O Sol é Para Todos (1962)
Clássico

O Sol é Para Todos (1962)

Alabama, anos 1930. A pequena Jean (Mary Badham) é uma menina inteligente que tem no seu pai o grande herói. Atticus Finch (Gregory Peck) é um advogado viúvo que cuida de seu casal de filhos pequenos. Idealista e honesto, ele será o defensor de Tom, um negro acusado de estuprar uma mulher branca. Num júri composto apenas de brancos, todos sabem qual será o veredicto. Mas o advogado não desistirá de tentar provar que Tom é inocente. Além desse julgamento, a amizade de Jean com Boo Radley (Robert Duval), um deficiente mental que vive encarcerado em sua casa, vai fazer com que a menina passe a ver o mundo sob uma nova ótica e descobrir que o mundo dos adultos é mais cruel do que parece.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário