Search

Você pode gostar disso:

cryingtongue
The Post – A Guerra Secreta (2017)
Filmes Na pré Primeiro Aqui Terror

The Post – A Guerra Secreta (2017)

Ben Bradlee (Tom Hanks) e Kat Graham (Meryl Streep), editores do The Washington Post, recebem um enorme estudo detalhado sobre o controverso papel dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã e enfrentam de tudo para publicar os bombásticos documentos. Dirigido por Steven Spielberg.

laughingangelpunk
Juan dos Mortos (Cuba, 2013)
Filmes Na pré Primeiro Aqui Terror

Juan dos Mortos (Cuba, 2013)

Juan (Alexis Díaz de Villegas) é um sujeito de 40 anos especializado na arte de não fazer nada. Um dia, se depara com uma misteriosa infecção que está transformando os habitantes de Havana em mortos-vivos. Como um bom cubano, decide começar um negócio ao lado do amigo Lazaro (Jorge Molina) para tirar vantagem da situação. Eles se especializam em assassinar zumbis e trabalham com o slogan "Matamos seus entes queridos". O negócio acaba sendo afetado com o crescimento constante do número de infectados. Dirigido por Alejandro Brugués.

laughingtongue
Aquaman (2018)
Filmes Na pré Primeiro Aqui Terror

Aquaman (2018)

Já estão dizendo que James Wan é o herói responsável por um novo patamar da DC nos cinemas. Não é a toa, já que sua direção foi fundamental para destacar este longa como o melhor filme da DC. Aquaman passa por cima dos filmes da DC como um maremoto e chega a ser melhor que alguns da Marvel.

tonguepunk

A Maldição da Chorona (2019)

The Curse of La Llorona (EUA, 2019)

A premissa é sinistra: diz a lenda que, quando viva, uma mulher mexicana afogou seus filhos e depois, arrependida, se jogou no rio enquanto chorava desesperadamente. Agora ela chora eternamente e captura outras crianças. Ela ficou conhecida como “La Llorona” e, se você ouvir um choro de mulher vestida de noiva durante a madrugada, deve ser ela.

Dirigido por Michael Chaves, percebemos que houve um certo esforço para gerar bons momentos de suspense e susto. É um filme de terror americano que aproveita a presença mexicana por conta de alguns personagens e utiliza frases ditas em espanhol com uma sonoridade mais amedrontadora. O resultado fica entre o mediano e o bom, superior a outras produções ruins de terror como a própria A Freira (2018). Este aqui também tem a força de ter sido produzido por James Wan, o grande cineasta do universo Invocação do Mal. Uma pena que não possui cenas pós créditos, perdendo uma boa oportunidade de fazer novas conexões principalmente com o que vem por aí deste universo do James Wan.

A trama segue uma história de lenda urbana que se mostra real e remete à batalha da fé verdadeira contra o mal encarnado. Apresenta uma melhoria interessante quando vai se aproximando das cenas finais e o personagem Rafael, interpretado por Raymond Cruz, se mostra aquele coadjuvante que rouba a cena, inclusive responsável pelos momentos divertidos do filme. O restante do elenco deixou a desejar comparado a outros filmes do gênero, principalmente os dois filmes de Invocação do Mal que são superiores em todos os aspectos, é até desleal tentar comparar.

E olha como fica interessante! Invocação do Mal 3, previsto para setembro de 2020, será dirigido por Michael Chaves e produzido por James Wan, ou seja, este filme A Maldição da Chorona foi o estágio da parceria dos dois. Quero apostar no bom resultado para o terceiro filme de uma das melhores sequências de terror já feitas, mesmo com esse grande risco de não ter o James Wan como diretor.

Tags Relacionadas Chorona, crítica, crítica Chorona, crítica Maldição da Chorona, filme 2019, filme Chorona, filme terror, filmes James Wan, filmes terror, Invocação do Mal, Invocação do Mal 3, James Wan, James Wan filmes, Maldição da Chorona, Michael Chaves, resenha Chorona, resenha filme, resenha Maldição da Chorona
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

confusedcryingmoney
Azul é a cor mais quente (França, 2013)
Romance

Azul é a cor mais quente (França, 2013)

Adèle é uma garota de 15 anos que descobre, na cor azul dos cabelos de Emma, sua primeira paixão por outra mulher. Sem poder revelar a ninguém seus desejos, ela se entrega por completo a este amor secreto, enquanto trava uma guerra com sua família e com a moral vigente. Dirigido por Abdellatif Kechiche.

coolcryingstar
Assim Caminha a Humanidade (“Giant”, 1956)
Filmes

Assim Caminha a Humanidade (“Giant”, 1956)

O filme conta a história de Leslie (Elizabeth Taylor), Bick (Rock Hudson) e Jett (James Dean). Bick conheceu Leslie quando foi a casa do pai dela comprar um cavalo premiado e os dois se apaixonaram. Eles se casam e vão para o Texas - terra de Bick - e lá constroem sua família, no rancho Reata. Ali perto mora Jett, que de certa forma é inimigo de Bick. A cada dia que passa os dois continuam se odiando, ainda mais quando Jett enriquece e se torna um magnata do petróleo. O filme aborda claramente a intolerância racial e é um épico imbatível que explora o assunto e defende o fim do racismo.

Filmes

50/50

Eu indico 50/50 (EUA, 2011) Tudo vira de pernas para

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário