Search

Você pode gostar disso:

cryingtonguesecret
Happy Hour – Verdades e Consequências (Brasil / Argentina, 2017)
Destaques Filmes Top 10

Happy Hour – Verdades e Consequências (Brasil / Argentina, 2017)

Em um mundo tão real quanto fictício, Horácio procura sua verdade. Assim, aprende a dar espaço a seu desejo, em uma história em que a comédia se cruza com a melancolia. Dirigido por Eduardo Albergalia e escrito em parceria com Carlos Thiré, Ana Cohan e Fernando Velasco, esse filme parece ter saído de uma história de Nelson Rodrigues.

Destaques Filmes Top 10

72 horas (“The Next Three Days”)

Eu indico 72 horas (EUA / França, 2010) John Brennan

Destaques Filmes Top 10

Eva – Um Novo Começo (“Eva”, Espanha, 2011)

Eu indico Eva (Espanha, 2011) Em 2041, os seres humanos

happy

TOP 10 filmes (pouco conhecidos) que sempre indico

Similarmente a um certo post que viralizou entre os amantes de filmes, chamado “10 filmes que sempre indico”, resgatei minha listinha de filmes favoritos e selecionei os que considero pouco conhecidos, para compor a minha contribuição. Dessa forma espero que o leitor amplie suas experiências cinematográficas aproveitando essa preciosa lista.

Certamente, cada um desses filmes foi bastante significante para a minha pessoa. A fim de evitar desnecessárias sinopses, comentei abaixo mais sobre a experiência que foi – e também o será para vocês – conferir cada um desses filmes. Alguns possuem resenha aqui no site, é só clicar no título para conferir mais detalhes.

1. Mommy (Canadá, 2014), de Xavier Dolan

Um das melhores experiências cinematográfias que tive numa sessão de cinema, especialmente por conta de uma cena e a trilha sonora que a seguiu. O filme lida com questões bem humanas, mas num futuro próximo e com algumas leis diferentes. A relação conturbada de uma mãe e seu filho peculiar se misturam a músicas acertadas na trilha sonora, indo de Céline Dion cantando em francês a Oasis com seu hit Wonderwall. Músicas interagindo com personagens e cenas tocam facilmente o espectador. Difícil de explicar, sem dúvida deve ser assistido. Uma raridade que ficou disponível na plataforma Prime Vídeo, mas no momento só alugando no Google Play ou Apple TV (iTunes) ou então no streaming Looke.

10 filmes (pouco conhecidos) que sempre indico: Mommy (2014)

2. As Vinhas da Ira (EUA, 1940), de John Ford

Pelos cinéfilos clássicos, este pode não ser um filme desconhecido. Ou não deveria. Entretanto, é um dos mais antigos aqui da lista – temos outro de 1928 – e muita gente não teve a oportunidade de ver ou saber que existe, especialmente as gerações mais novas. John Ford foi um dos mais respeitados diretores americanos e considero este o seu melhor filme, adaptação de uma obra maravilhosa de John Steinbeck. As cenas impactantes do super lotado carro ambulante da família Joad fazem jus ao livro, como quase todo o resto. Infelizmente, nenhum plataforma oferece este filme, nem a da Petra Belas Artes ou a Mubi, que seriam a última esperança.

3. Plano-Sequência dos Mortos (Japão, 2017), de Shin’ichirô Ueda

Considero uma obra prima do cinema japonês. Em contraste com outras produções mais densas, este aqui, acima de tudo, é um filme muito divertido, num formato que nunca presenciei antes. O roteiro faz um tributo à dedicação e improviso na arte de fazer cinema. Shin’ichirô Ueda brinca com o espectador ao colocá-lo em duas posições diferentes, ao longo do filme, dando um novo olhar para cada cena. Indisponível nas plataformas de streaming e ainda sem opção para alugar no Google Play, contudo você consegue alugar em dólar no Spamflix com legendas em inglês ou português (provavelmente de Portugal).

10 filmes (pouco conhecidos) que sempre indico: Plano-Sequência dos Mortos

4. Síndromes e um Século (Tailândia, 2006), de Apichatpong Weerasethakul

Apichatpong Weerasethakul inegavelmente é a maior autoridade cinematográfica na Tailândia. Sua experiência de vida, já que passou a infância em um hospital da província de Khon Kaen, garante a fidelidade ao trazer as situações para contemplarmos a magia da vida através das cenas. Aqui temos um retrato da modernização da Tailândia e as síndromes do século, através de situações em um hospital, colocando em primeiro planos as pessoas e suas diversidades. Essencialmente contemplativo, profundo e com um pouquinho de humor. Acima de tudo, é uma indicação de alto risco, mas faço de coração. Nem quero comentar sobre a indisponibilidade, as plataformas de streaming estão cada vez mais decepcionantes.

10 filmes (pouco conhecidos) que sempre indico: Síndromes e um Século

5. O Homem das Novidades (The Cameraman, EUA, 1928), de Edward Sedgwick e Buster Keaton

Surpreendentemente, muitos conhecem Charles Chaplin e poucos conhecem Buster Keaton. Inegavelmente a vida de um cinéfilo muda ao assistir alguns filmes de Buster Keaton. Embora tenha como mais famoso A General (1926), a minha dica vai para The Cameraman (1928), com garantia de risos em cenas que parecem impossíveis, mas que nem puderam usar efeitos especiais na época. Keaton foi fenomenal. Antes de tudo, sou fã da hilária sequência agitada com a presença de um macaco de circo, digna de voltar os minutos para assistir novamente. Talvez você encontre disponível gratuitamente no YouTube.

6. As Boas Maneiras (Brasil, 2017), de Marco Dutra e Juliana Rojas

O brasileiro da lista foi escrito e dirigido por um par: Marco Dutra e Juliana Rojas. Merecia muito mais marketing, pois estamos diante de uma obra cinematográfica original, chocante e surpreendente. Assim como o cartaz do filme dedura, temos um conto de fadas, um filme de terror, um romance, uma parábola social e musical… tudo num único lugar e sem escorregos. Por apenas 3,90 você aluga no Google Play, além de estar disponível também em outras plataformas: Telecine Play, Globo Play, NOW legalmente online, Apple iTunes, Looke, Microsoft Store, Spamflix.

7. Milagre em Milão (1951), de Vittorio De Sica

Inesquecível é a melhor palavra para este filme. Vittorio De Sica, grande cineasta italiano, entrega uma fábula delicada, premiada com a Palma de Ouro de Melhor Filme no Festival de Cinema de Cannes. O protagonista Totó tenta construir uma vida digna para si, precisando lidar com a pobreza e uma cidade destruída pela guerra. Acima de tudo, é um filme literalmente mágico. Quero deixar mais um elogio ao Prime Vídeo, justamente por estar com este filme raro em seu catálogo.

8. O Profeta (França, 2009), de Jacques Audiard

A trajetória de Malik, de 19 anos (interpretado por Tahar Rahim, ganhador do prêmio de Melhor Ator do Cinema Europeu em 2009) dentro do sistema carcerário. Na direção sólida de Jacques Audiard, é um filme de impacto, muito realismo e excelente final. Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2009. Disponível para alugar na Apple TV.

9. Invasores: Nenhum Sistema Está Salvo (Who Am I – Kein System ist sicher, Alemanha, 2014), de Baran bo Odar

Não lembro como esse filme alemão chegou até mim. Com toda a certeza, um grande plot twist você nunca esquece. Com uma temática de hackers, que na verdade é uma fachada para discutir comportamento humano, é sobretudo um filme de reviravoltas radicais no enredo, com boas surpresas e um final difícil de prever. Em termos de final surpreendente, é um dos gigantes. Mesmo que não te conquiste até a metade do filme, vale muito esperar pois o final é imbatível. Sem desculpas, confira no Prime Vídeo enquanto a Amazon não o remover de lá. Fora isso, encontra-se no Looke, TNTGo, KinoPop.

10 filmes (pouco conhecidos) que sempre indico: Invasores: Nenhum Sistema Está Salvo

10. O Ritual (Reino Unido, 2017), de David Bruckner

Não podia faltar um bom terror com conteúdo na lista. Carregado de mistério e com um ótimo desfecho, recomendo para os amantes do gênero. Assistam sem maiores informações. Disponível a 6,90 no Google Play, só cuidado para não confundir com aquele com o Anthony Hopkins.

Aliás, este filme ficou em primeiro lugar em nosso TOP 10 filmes desconhecidos de terror para fãs do gênero, confira a lista completa abaixo:

TOP 10 filmes desconhecidos de terror para fãs do gênero

Tags Relacionadas filme O Profeta, filme O Ritual, Síndromes e um Século, top 10 filmes indico, top 10 mommy, top 10 mommy 2014
Post anterior

Você pode gostar disso:

laughing
Filmes

The Man From Nowhere (Coreia do Sul, 2010)

O filme segue a história de um misterioso homem que parte em busca de sua vizinha, uma criança que foi raptada por traficantes de órgãos. Escrito e dirigido por Lee Jeong-beom.

Filmes

O Fugitivo (“I Am a Fugitive From a Chain Gang”, 1932)

Eu indico I Am a Fugitive From a Chain Gang

Filmes

Fantasia

Eu indico Fantasia (EUA, 1940) Inspirado por músicas clássicas de

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário