Search

Você pode gostar disso:

clownsecret
A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)
Filmes Na pré Primeiro Aqui Romance

A primeira vez do cinema brasileiro (Brasil, 2012)

O documentário parte do filme “Coisas Eróticas”, primeiro longa-metragem de sexo explícito lançado no país, em 1982. Há pouco mais de trinta anos atrás a fita rodava nas principais salas de cinema do Brasil, causando alvoroço no público em plena ditadura militar. Recheado de curiosidades e polêmicas, o filme marcou a produção cinematográfica da época para o bem e para o mal, figurando até hoje entre as quinze maiores bilheterias nacionais de todos os tempos. Dirigido por Bruno Graziano, Denise Godinho e Hugo Moura.

Filmes Na pré Primeiro Aqui Romance

O Homem Duplicado (“Enemy”, 2013)

O Homem Duplicado (Canadá/Espanha, 2013) Ao assistir um filme, Adam

laughingsurpriseangry
A Hard Day (Coreia do Sul, 2014)
Filmes Na pré Primeiro Aqui Romance

A Hard Day (Coreia do Sul, 2014)

A trama acompanha o detetive Ko Gun-Soo que, ao voltar do funeral de sua mãe, atropela um homem em uma estrada escura. Em um momento de desespero, o policial oculta o crime e tenta esconder o corpo. A partir disso, o detetive vai passar por várias situações complicadas. Escrito e dirigido por Kim Seong-hoon.

tonguemoney

O Sol Também é uma Estrela (2019)

The Sun Is Also a Star (EUA, 2019)

Nicola Yoon é uma escritora que nasceu na Jamaica e cresceu em Brooklin, conhecida pelo romance Tudo e Todas as Coisas de 2015 e também pelo livro que deu origem a este filme, O Sol Também é uma Estrela, de 2016. Ela tem realmente emocionado e cativado jovens e adultos com suas histórias e quem leu seu último livro deve estar com altas expectativas para ver o resultado nas telonas.

Partindo de algo já recorrente em historias românticas, o filme apresenta Natasha (interpretada pela linda Yara Shahidi) que não acredita em destino, somente na ciência. Ela conhece um jovem coreano que também vive em Nova York, Daniel (o Charles Melton da série Riverdale), que é o romântico do filme e vai tentar provar para ela que o amor existe, se sustentando na frase de efeito que marca a trama: abra o coração para o destino. O fator interessante do roteiro é que eles vivem em Nova York e a garota se encontra num turbilhão de emoções pelo fato de que será deportada para a Jamaica com sua família em menos de 12 horas. Eles se conhecem por “acidente” e vão viver esses poucos momentos juntos da forma mais intensa que o destino permitir.

O filme em si não consegue entregar muita emoção e ainda leva a uma conclusão das piores, poderia por sinal ter encerrado minutos antes da conclusão em si e isso reduziria o estrago. O sentimento e a química entre os personagens não ficou muito convincente também… ou será que eu estou pouco sensível? De algo tenho certeza: ficou bem abaixo de produções recentes como A Cinco Passos de Você (2019) ou Como Eu Era antes de Você (2016) e então tendemos a comparar essas produções com a emoção de verdade que fica após assistir Diário de uma Paixão (2004) ou Querido John (2010), todos eles extraídos de romances de sucesso.

Enfim, reconheço três coisas boas no filme (SEM SPOILER): a trilha sonora é realmente apaixonante. Existe uma homenagem carinhosa à Nova York, que fica em evidência o filme inteiro, com lindas cenas, algumas panorâmicas, e também através do sentimento de apego que os personagens, principalmente a Natasha, possuem pela cidade, imprimindo a diversidade que se representa ali através da situação, muitas vezes difícil, dos imigrantes. Por fim, alguns flashbacks narrados pelos personagens acrescentaram um pouco à montagem do filme.

Sem a mínima chance de entrar em nossa lista de melhores filmes adaptados de romances… mas falando nisso, confira nosso Top 10 filmes românticos, clicando aqui.

Tags Relacionadas A Cinco Passos de Você, Como Eu Era antes de Você, Diário de uma Paixão, filme de livro, filme romântico, O Sol Também é uma Estrela, O Sol Também é uma Estrela crítica, O Sol Também é uma Estrela resenha, Querido John (2010)
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

Filmes

Deixa Ela Entrar (“Låt den Rätte Komma In”, Suécia, 2007)

Eu indico Deixa Ela Entrar (Suécia, 2007) O filme conta

angelcrying
3 Idiotas (Índia, 2010)
Filmes

3 Idiotas (Índia, 2010)

Dois amigos, Farhan e Raju, embarcam em uma jornada em busca de seu amigo desaparecido, Rancho. Em meio a viagem eles perpassam por uma trajetória através do tempo e da história do amigo que possui um jeito único e que os inspirou a viver sem preocupações e com muita criatividade. Dirigido por Rajkumar Hirani.

angry
O homem que incomoda (Islândia/Noruega, 2006)
Filmes

O homem que incomoda (Islândia/Noruega, 2006)

Andreas desembarca numa cidade estranha sem lembrar como chegou ali. É recebido de forma cordial e inicia uma vida regrada, com trabalho, casa e até uma mulher encantadora. Mas rapidamente percebe que tem alguma coisa errada neste mundo perfeito. As pessoas não parecem sentir emoções genuínas e só falam de trivialidades. Dirigido por Jens Lien.

0 Comentário

Sem comentários

Você pode ser o primeiro a comentar este post!

Deixe seu comentário