Search

Você pode gostar disso:

Comédia Filmes Romance

Encurralado (“Duel”)

Eu indico Encurralado (EUA, 1971) Homem de negócios dirigindo sozinho

Comédia Filmes Romance

Anna dos 6 aos 18 (Rússia, 1993)

Eu indico Anna: Ot shesti do vosemnadtsati (Rússia, 1993) O

Comédia Filmes Romance

Deixa Ela Entrar (“Låt den Rätte Komma In”, Suécia, 2007)

Eu indico Deixa Ela Entrar (Suécia, 2007) O filme conta

angelmoney

Embriagado de amor (EUA, 2002)

Punch-Drunk Love (EUA, 2002)

Embora suscetível a ataques violentos, o empresário Barry Egan é um homem tímido que leva uma vida solitária e tranquila. No entanto, vários eventos ocorrem e mudam sua vida, como apaixonar-se por uma colega de trabalho da sua irmã, Lena Leonard. Porém, o romance é ameaçado quando Egan é vítima de um chantagista.Dirigido por Paul Thomas Anderson.

Romântico ao estilo Paul Anderson:

Finalmente gostei da atuação de Adam Sandler num filme, e que bom que não é uma comédia! Embriagado de Amor faz jus ao seu título, pois nos mostra um amor irracional e crível, verdadeiro mesmo, entre um homem e uma mulher. O melhor é que isso é mostrado numa narrativanão convencional, com uma fotografia diferenciada, a câmera naqueles planos mais longos e uma música repetitiva em alguns momentos. Desde o início da trama vemos que a narrativa não é mesmo convencional.

Adam Sandler está num papel interessantíssimo, uma pessoa excêntrica e ao mesmo tempo, interessante. Personagem único. Finalmente ganhou um papel maduro e sua interpretação lhe rendeu um Globo de Ouro. Dá para se divertir em outros filmes com ele, como Little Nicky (2000) e O Rei da Água (1998), que são comédias não convencionais e agradáveis. Mas este, sem dúvida, foi um marco para este ator e mais um ganho para um bom diretor, que tem filmes como Boogie Nights (1997) e Magnólia (1999) em seu currículo. Por este filme, ele ganhou o prêmio de melhor diretor em Cannes. E para fechar, conta com uma das minhas atrizes preferidas, a Emily Watson, que está competente como sempre!

A história mostra um amor verdadeiro que surge entre duas pessoas, sendo que, reforço, a trama é não-convencional e por isso mesmo, interessante. Com um pouco de atenção, percebemos elementos importantes que marcam uma verdadeira paixão: defender a amada de perigos, a cumplicidade marcante entre os dois (que Barry Egan não conseguia com ninguém, nem com pessoas próximas de sua família), aquele momento tenso até o primeiro beijo, o revelar-se verdadeiramente ao outro, a confiança, a compatibilidade mesmo com as diferenças e uma coisa legal: a iniciativa por parte da mulher… enfim, encare de coração aberto um filme que mexe com o coração.

O roteiro começou a ser escrito depois que o diretor Paul Anderson conheceu a história real deste norte-americano que ganhou milhagens infinitas comprando pudim (isso realmente aconteceu e eu não sabia quando vi o filme). A trilha sonora é de Jon Brion, o mesmo de Magnólia, o que já diz muita coisa. O resultado é um filme verdadeiramente romântico, traduz bem o que de fato é um romance, e não um romance daqueles passageiros.

Lista de filmes românticos:

Aproveito e deixo aqui uma bela lista de grandes filmes românticos que me marcaram (clique no link para ler a resenha):

Aurora (EUA, 1927)

Desencanto (Reino Unido, 1945)

– As Pontes de Madison (EUA, 1995)

– A Letra Escarlate (EUA, 1995)

– Amor Maior que a Vida (EUA, 2000)

– Embriagado de amor (EUA, 2002)

Hanami – Cerejeiras em Flor (Alemanha, 2008)

– Diário de uma Paixão (EUA, 2004)

Paixão a flor da pele (EUA, 2004)

Querido John (EUA, 2010)

Sentidos do Amor (Reino Unido, 2011)

A Espuma dos Dias (França/Bélgica, 2013)

Dois Lados do Amor (2013)

__________________________________
Fontes:
http://www.adorocinema.com/filmes/filme-231600/criticas-adorocinema/

Tags Relacionadas Adam Sandler, Boogie Nights, crítica, Emily Watson, filmes românticos, Jon Brion, lista filmes românticos, Magnólia, Paul Anderson, resenha, romance
Próximo post Post anterior

Você pode gostar disso:

confusedtongueangrypunk
Ao cair da noite (EUA, 2017)
Na pré

Ao cair da noite (EUA, 2017)

Aplaudido no festival de cinema independente Overlook Film Festival, um terror psicológico e, ao mesmo tempo, bastante reflexivo. Paul (Joel Edgerton) mora com sua esposa e o filho numa casa isolada, com uma certa segurança diante de uma espécie de epidemia. Um dia chega uma família desesperada procurando refúgio e eles aceitam. Aos poucos, a paranoia e desconfiança vão aumentando e Paul vai fazer de tudo para proteger sua família contra algo que vem aterrorizando a todos. Escrito e dirigido por Trey Edward Shults.

Filmes

Os Vivos e os Mortos

Eu indico The Dead (EUA / Reino Unido / Irlanda,

laughingconfusedtongue
John Wick 3: Parabellum (2019)
Destaques

John Wick 3: Parabellum (2019)

Chad Stahelski dirigiu os três filmes e considero que houve uma importante melhoria a cada vez. Este novo tem aquilo que desejamos: muitas cenas com tomadas longas de ação e Keanu Reeves numa ótima performance. Aqui o John Wick está no modo survivor man, ele é perseguido pelo mundo do crime e ajudado por poucos, sendo inclusive obrigado a cobrar dívidas passadas para receber um auxílio. Mas tudo o que ele precisa são de armas, um monte de armas!

2 Comentários

Deixe seu comentário